8 de julho de 2013

Resenha #46 Não conte a ninguém - Harlan Colben

Esse foi o primeiro livro do Harlan que li, confesso que ele escreve muito bem, que a narrativa me deixou curiosa e até surpresa em alguns momentos, mas esperava um pouquinho mais, já que antes de ler esse livro vi vários elogios a escrita do autor, então estava esperando algo sensacional, não foi sensacional, mas foi bom e isso já valeu a leitura.

Titulo: Não conte a ninguém
Autor: Harlan Colben
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 256
David Beck e sua esposa Elizabeth comemoram o aniversário de seu primeiro beijo quando uma tragédia interrompe o clima de romance: Elizabeth é brutalmente assassinada. O caso acaba sendo resolvido e o assassino, condenado. No entanto, David não consegue superar a morte de Elizabeth. Depois de oito anos, ainda se lembra de todos os detalhes. Mas é no dia do aniversário de morte de Elizabeth que a história realmente começa. Uma estranha mensagem aparece no computador de David, uma frase que somente ele e a esposa conhecem. De repente ele depara com o que parecia impossível - em algum lugar, de alguma maneira, Elizabeth está viva. Ele é advertido para que não conte a ninguém e envolve-se em um sombrio e mortal mistério, sem saber que já está sendo seguido por alguém que o tentará deter antes que descubra toda a verdade. 

Confesso que tenho um pouco de dificuldade para resenhar livros que muitas pessoas já leram (e que eu já sei a opinião devido a leitura de algumas resenhas), isso se dá pelo fato de que quando eu gosto de um livro eu não poupo elogios, mas quando não gosto muito, fico meio que sem saber como expressar isso, tenho medo de magoar os fãs da obra, enfim vamos a resenha.

David Beck e Elizabeth se conheceram e se envolveram desde muito cedo, até que um dia enquanto comemoram o aniversario do seu primeiro beijo uma tragedia os separa inesperadamente de forma violenta. David é atacado e Elizabeth assassinada. O principal suspeito do crime é  KillRoy, um serial Killer responsável por diversos assassinatos na região.

Oito anos se passam, mas com eles a dor de Beck não diminui, agora ele é um pediatra e trabalha em um consultório na periferia, vive lutando para cicatrizar as feridas que ficaram marcadas em sua vida após a tragédia, para isso adotou uma vida triste e solitária. O que Beck não imaginava é que um simples e aparentemente inofensivo e-mail mudaria sua vida de uma hora para outra, no dia do 21° aniversário do primeiro beijo de Beck e Elizabeth ele recebe um e-mail cuja mensagem continha informações que só os dois sabiam, além da mensagem um pedido:  Estão observando. Não conte a ninguém.

Para: dbeckmd@nyhosp.com
De: 13943928@comparama.com
Assunto: E.P. + D.P. /////////////////////
Vinte e uma barras. Já contei quatro vezes. Uma brincadeira de mau gosto, cruel. Eu sabia. Fechei o punho como se fosse dar um soco. Perguntei-me qual filho da puta tinha enviado aquela mensagem. É fácil se manter anônimo em e-mails – o melhor refúgio de um tecnocovarde. Mas o fato era que poucas pessoas sabiam da nossa árvore e do dia do primeiro beijo.”
A partir dai tudo começa acontecer, situações inesperadas e inexplicáveis, apresentam a Beck riscos que ele jamais imaginou correr. Além da loucura que sua vida se transforma ainda a suspeita iminente de que Elizabeth ainda esteja viva. Fugas, correrias, acusações, tramas  e muito mais nos é apresentado pelo autor. Personagens singulares também nos são apresentados dentre eles destaco Shauna, melhor amiga de Beck que com sua forma ousada e firme me cativou completamente e Tyrese um traficante de drogas, que é muito mais que um traficante (me surpreendi com o lado paternal desse personagem), ambos são de estrema importância na luta de Beck pela verdade.

Diante deste meu relato de ação e reviravoltas vocês devem está se perguntando o que há de errado com esse livro?? A estória parece incrível. E eu respondo, não há nada errado com o livro, pelo contrário a estória é muito boa. Acredito que o problema seja comigo, diante de tanto suspense e aventura eu não me senti envolvida pelo enredo e muito menos pela narrativa. Talvez tenha sido a expectativa exessiva.

Se eu recomendo??? Com certeza, o livro é muito bem escrito o final é surpreendente (pelo menos em nenhum momento suspeitei da revelação que tive acesso no final), eu tive um problema com o livro, pelo fato de não ter gostado tanto como imaginei que gostaria, mas isso não impede outras pessoas de gostarem. Não desanimei ainda, tenho outros livros do autor e pretendo continuar lendo.

Regular

9 comentários

  1. Oi Delmara, nunca li nada do autor, mas entendo que quando criamos expectativas demais sobre um livro, geralmente nos frustramos nem que seja um pouquinho, e talvez tenha sido isso que tenha acontecido com você. É muito chato quando vemos um alarde todo na blogosfera sobre um autor ou livro em específico e quando lemos não achamos lá essas coisas.. de qualquer forma sua resenha me deixou curiosa e um dia quero muito ler os livros do Harlan. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto das obras do Harlan Cobin,principalmete Quando ela se foi que na minha opinião é o seu melhor livro,mas nunca li este livro que você resenhou vou tentar lê-lo o mais depressa possível.
    Bjs!
    http://pocketlibro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie amiga, tudo bem ?
    Desculpa por ter sumido por esses dias, mas estava viajando e tbm estava sofrendo com dores de cabeça =/
    Eu tenho que ir no dentista ver esse negocio do meu maxilar, porque vou precisar usar aparelho nos dentes sabe ?!
    Mas enfim...
    Eu li a resenha desse livro e achei interessante, mas nunca havia chamado minha atenção antes. Depois que li sua resenha me chamou um pouco atenção. Vou ver se compro ele depois pra ver se ele é realmente tão bom assim.

    Enfim...Passando para dar um oi e dizer que gosto muito de vc amiga
    E obrigada por sempre comparecer ao meu cantinho
    beijinhos e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro do autor. Esta é a primeira resenha que leio sobre este livro e ele conseguiu me chamar atenção. Morro de medo quando crio muitas expectativas também. Na maioria das vezes me decepciono. =/ Amei sua resenha. Espero um dia ler este livro.

    Beijos ♡
    comoumrefugio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Gostei muito da sua resenha, foi bem sincera em demonstrar o que sentiu com a leitura. Muitas vezes quando temos altas expectativas isso acontece. Já li dois livros do autor e adorei os dois, mas ambos foram da série com seu detetive Myron Bolitar, não sei como são seus livros avulsos, mas gostei muito da premissa dessa história.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada do autor, mas esse livro tá na minha lista de desejados a um tempo.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amo os livro do Harlan Coben, esse me parece ótimo! ;)
    Lindo seu blog e já estou seguindo...

    Bjs
    theplugados.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito dos livros do Harlan, só li um ,mas, já estou com outro aqui na estante, não tenho esse ainda mas também quero ler-lo. A resenha ficou otima me deixando com mais vontade de ter ele aqui comigo.

    abs,
    http://muchachoonline.blogspot.com/

    ResponderExcluir