20 de janeiro de 2016

Resenha #162 A rainha - Kiera Cass

Estou hiper, mega atrasada com a leitura dos livros dessa série. Os três primeiros li em uma maratona desenfreada e acabei entrando em um hiatos demasiado longo o que comprometeu minhas leituras do ano passado. Agora no entanto, resolvi correr atrás do tempo perdido, confesso que não está sendo fácil, maaas apesar disso está super prazeroso retomar tudo. 

Titulo: A rainha (A seleção #0.4)
Autor(a): Kiera Cass
Editora: Seguinte
N° de páginas: 70
Uma das personagens mais cativantes de A Seleção é a rainha Amberly, mãe do príncipe Maxon. Ao longo da série, descobrimos pouca coisa a seu respeito, e muitas dúvidas permanecem: como uma pessoa tão bondosa e gentil se apaixonou por um homem rígido e impiedoso? Por que Clarkson a escolheu, considerando que ela vinha de uma casta baixa e de uma província pobre? E qual era exatamente seu estado de saúde?

Amberly era uma quatro, apesar da vida dura trabalhando na fazenda de seu tio, sempre manteve viva a força para lutar por dias melhores. A oportunidade veio com a Seleção, onde ela teria uma chance, mesmo que pequena, de conquistar o coração do príncipe Clarkson e tornar-se a futura rainha de Illéa. Mesmo estando disposta a lutar com todas suas forças para atingir seus objetivos, uma notícia abala sua pouca confiança e a faz pensar em desistir de tudo. Com uma saúde frágil, a jovem vê suas chances com o príncipe praticamente se anularem.

Clarkson era um jovem metódico, contido e ambicionava a coroa. Nutria um ódio imenso pelos pais. Viu em Amberly aquela que poderia vir a ser sua rainha, diferente das outras jovens a quatro soube chegar ao coração do príncipe que seria capaz de usar seu poder e influência pra que uma garota improvável pudesse vir a ser sua futura esposa e rainha de seu país.

A rainha esclareceu muitas dúvidas que adquiri lendo os três primeiros livros de A seleção. Porque alguém tão doce como Amberly podia amar um ser tão odioso como o rei Clarkson? O que levou o monarca a escolher uma quatro quando haviam outras garotas de castas superiores a disposição? Por que o rei não demonstrava qualquer afeto pelo príncipe Maxon? Essas e muitas outras perguntas são respondidas de forma convincente.

Amei estar de volta a Illéa e conhecer o outro lado dessa história. Não digo que o conto serviu para desfazer toda a má impressão que tenho de Clarkson, mas tenho que confessar que serviu para que eu pudesse finalmente entendê-lo, sentir nem que seja um pouquinho o quanto ele teve uma juventude difícil. Na tentativa de se proteger da relação conturbada que tinha com um pai intransigente e uma mãe alcoólatra, o jovem aprendeu a camuflar seus sorrisos e trancou seu coração no mais profundo do seu ser. Apenas Amberly conseguiu chegar até lá de fato, com sua doçura e o amor enorme que a jovem nutria pelo príncipe desde a infância, ela conseguiu penetrar nas barreiras e passou a entendê-lo e amá-lo como ninguém jamais havia feito antes.

A cada livro/conto me apaixono mais por essa história que a Kiera vem desenvolvendo com maestria, nao vejo a hora de ler o próximo livro e continuar me encantando com esse mundo distópico tão envolvente. Me despedi desse com um gostinho de "ficou faltando algo". A autora poderia ter narrado toda a história que estava por vir, até os últimos capítulos de A escolha, por que não? Eu iria amar saber tudo o que ia na cabeça do rei e da rainha durante a seleção de América.

Se houver algum fã da série que ainda não leu esse conto (acho pouco provável), super recomendo.

6 comentários

  1. Eu sou essa fã improvável que não leu o conto! hahah
    Adorei saber que ele responde a várias peguntas que acumulamos durante a leitura da série principal. Agora estou louca para lê-lo também!

    Beijos, Niina
    http://vicioseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Niina,
      eu jurava que não havia ninguém como eu kkkk
      pois corra menina, eu ainda preciso ler "A favorita" e "A herdeira", espero fazer isso antes do próximo livro ser lançado.

      Excluir
  2. Eu já esse conto e amei! Cada dia que passa, eu admiro mais o trabalho da Kiera, ela é uma escritora maravilhosa!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Gabriela, a Kiera arrasa,
      eu a cada dia que passa amo mais essa série.

      Excluir
  3. Amo a história do primeiro livro, mas ainda não me aventurei a ler os outros e os contos, estou aguardando para continuar com a leitura pois quero todos os livros físicos. Pretendo adquirir os mesmo! <3
    Não sei para quem você torce, mas apesar de achar o Maxon um fofo eu gosto mais do Aspen! *o*

    Beijos e até logo!
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo Amanda, fiz o mesmo quando era uma trilogia e o que eu ganhei?? A história virou série kkkkkk Espero que dê certo pra você porque eu não aguentei mais esperar.

      Excluir