IlustraLivro: Quint Buchholz

14 de agosto de 2021

Olá cariños!
Pelo que pude perceber, a postagem sobre o ilustrador coreano Jungho Lee foi muito bem recebida por vocês, e isso me deixou extremamente feliz. É um prazer imensurável poder compartilhar tudo que amo nesse nosso vasto universo literário, e sabendo que vocês curtem esse tipo de conteúdo, não penso em parar por aqui, hein? Como disse anteriormente, as obras de Jungho Lee são uma descoberta recente pra mim, e sabendo que ele teve o artista Quint Buchholz como fonte de inspiração, decidi pesquisar seu trabalho também. E posso adiantar que as referências captadas por Jungho são facilmente reconhecíveis no trabalho de Bulchholz. O alemão é um ilustrador talentosíssimo que possui décadas e mais décadas de experiência e versatilidade, isso por si só resultou em um acervo impressionante que ganhou toda a minha admiração. Através da sua arte, Quint retrata a literatura de formas diversas, usando e abusando do surrealismo e até de uma certa ironia crítica, mas sobretudo demonstra um imenso respeito e admiração pelos livros. Curiosos? Então chega mais porque eu separei algumas imagens pra vocês.


Quint Buchholz nasceu em Stolberg, em 1957 e cresceu em Stuttgart. Ele estudou história da arte, seguido de pintura e design gráfico na Academia de Arte de Munique. Desde 1979 trabalha como ilustrador e pintor para várias editoras na Alemanha e no exterior. Ele ilustrou mais de 40 livros, muitos dos quais receberam prêmios. Buchholz estabeleceu sua reputação com ilustrações para vários livros, incluindo obras de Jostein Gaarder, Elke Heidenreich e Amos Oz, e através do design de muitas capas de livros e pôsteres. Desde 1982 seus trabalhos foram exibidos em mais de 70 exposições individuais na Alemanha, Suíça, França, Itália, Espanha, Grécia e Taiwan.

Nos últimos anos, ele também trabalhou como pintor de palco, criando cenários para O Golem em 2005 e Calígula em 2007, ambos encenados por Jochen Schölch para o Metropoltheater de Munique. Atualmente, Quint Buchholz é casado, pai de três filhos e mora em Munique, Alemanha.

Abaixo algumas ilustrações de Quint Buchholz.











Bulchholz produz imagens que carregam identidade própria, a leveza representada por imagens opacas e levemente granuladas são uma constante em seus trabalhos. Em sua maioria, as ilustrações retratam o surrealismo mágico, onde é possível desviar do provável mas sem fugir do óbvio, o que desperta identificação em quem as observa. 

Nenhum comentário

Postar um comentário