IlustraLivro: Jungho Lee

6 de junho de 2021

Olá cariños!
Eu sou completamente apaixonada por ilustrações, principalmente as que envolvem o universo literário. Com o passar dos anos descobri vários artistas incríveis que retratam de forma tocante um pouco de tudo o que os livros representam. Apesar de ser uma amante dos livros declarada, acredito verdadeiramente que muitas vezes uma imagem comunica melhor que mil palavras. E é exatamente isso que as ilustrações do artista coreano Jungho Lee, me transmitem. Sabe quando você bate o olho em algo e diz, é isso. Nada mais precisa ser dito de fato, está tudo ali, explícito, tocando algo lá no fundo, que muitas vezes nem sabíamos que existia. É isso, simples assim. Conheci o trabalho deste ilustrador recentemente e me encantei completamente, a sensibilidade do artista é notável e enche os olhos daqueles que acreditam na magia dos livros. Separei algumas informações e ilustrações que decidi compartilhar com vocês nesta publicação, espero do fundo do coração que gostem.


Jungho Lee estudou design gráfico na Hongik University em Seul. Após a graduação, passou a trabalhar como ilustrador para diversas mídias. Com o intuito de expandir a imaginação, o artista utiliza o surrealismo como tema de sobreposição para imagens inspiradas em livros.

As ilustrações que separei para esta postagem pertencem a um projeto específico, que garantiu em 2016 o Prêmio Mundial de Ilustração na categoria vencedor geral profissional a Jungho, e conta com um acervo de cerca de vinte e uma imagens, cuja criação foi inspirada em artistas como René Magritte e no alemão Quint Buchholz, este último por já possuir várias pinturas baseadas em livros.

No que diz respeito à sua pesquisa tendo como referência as obras de Buchholz, Lee diz:

"Tentei estudar seu trabalho profundamente porque tive que evitar a mesma composição quando comparava com suas obras. O mais importante era encontrar uma boa composição para uma boa correspondência com a mensagem através de cada ilustração, então tentei lançar luz sobre um livro com vários ângulos de observação e compor com vários tipos de livros como em pé, dobrando e abrindo um livro."

O PROCESSO CRIATIVO

Em um artigo para o AOI (Prêmio Mundial de Ilustração) o artista relata brevemente algumas etapas do seu processo criativo, Jungho deixou claro que é adepto de materiais como carvão, aquarela, guache, vários tipos de papéis prensados ​​a quente e só então o computador. Segundo ele, o grafite ou o carvão em papel como base para os esboços iniciais, possibilita a obtenção de várias camadas para a imagem, que geralmente é colorida e finalizada digitalmente no computador. Contudo, mesmo este sendo o caminho comum, não é sua única forma de trabalhar, a depender da obra ele não descarta a possibilidade de mudanças eventuais durante o processo, um exemplo disso, é o fato dele também ser adepto de pinturas a mão como forma de colorir suas imagens.

Abaixo algumas ilustrações surrealistas de Jungho Lee.











Lee transmite em sua arte um certo ar de contemplação e adoração, que nos fisga de imediato, não é mesmo? Eu passei horas admirando as nuances de cada imagem. Cada ilustração passa uma mensagem clara, mas não só isso, existe uma certa profundidade na sutileza e na obviedade do artista, pela qual é impossível não se apaixonar.

9 comentários

  1. Oi
    Que postagem linda e rica, gostei demais das ilustrações, fiquei admirando cada uma delas!
    Dica maravilhosa!
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Instagram | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  2. Ooi
    Eu adorei as ilustrações! Eu amo essa paleta de cores e combina tanto com as sensações que a leitura também me passa. Ótimo post.


    Sil
    blog kzmirobooks.com • Siga no Instagram: @kzmirobooks

    ResponderExcluir
  3. Oi Delmara!!

    Nossa, não sabia da existencia desse artista mas adorei essas ilustrações, são mesmo muito bonitas e transmitem muita coisa, a paleta de cores também é linda, eu adorei a combinação das cores. Adorei teu post! <3

    ResponderExcluir
  4. Essa contemplação que você pontuou em seu post é extremamente forte nas ilustrações. A vontade de ficar uma hora inteira em cada gravura é imensa e eu adorei esse post.!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Delmara, tudo bem ?
    Essas ilustrações estão tão lindas que dá vontade de ficar por horas olhando por cada uma delas, me trouxe tantos sentimentos bons sabia ? Eu gostei bastante.
    Adorei o post, faça mais vezes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Delmara!
    Nossa fiquei encantada com essas ilustrações, é de ficar de queixo caído, criei vários universos de imaginação vendo e isso me fascina. Não conhecia esse artista mas vou procurar saber mais, obrigado pela dica, parabéns pelo post, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem? Nossa, senti até uma nostalgia agora. Desde que comecei com meu blog acompanho o trabalho de vários ilustradores. Inclusive esse foi um dos motivos para ter aquela ilustração no meu blog. De um jeito delicado ela transmite muito do que sou e do que sinto. Não o conhecia mas fiquei encantada com seus traços. Essa do menininho pescando é minha favorita. A do violoncelo também ficou linda. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  8. Eu me senti um tanto sem fôlego depois de contemplar essas ilustrações! Meu Deus! Quanta beleza! A minha favorita, a que mais me tocou é a da escultura da mulher lendo, com o tempo nublado e uma pessoa com um guarda-chuva. Talvez por estar com os sentimentos à flor da pele hoje, essa imagem me fez sentir vontade de chorar e de estar ali... dentro daquela imagem... como se fosse um lugar real e eu pudesse contemplar a estátua "ao vivo". Eu salvei a ilustração da escultura lendo, pois preciso admirá-la mais. Sempre que eu sentir vontade. Ela me encantou demais!

    Amei o post e o trabalho maravilhoso do Jungho Lee!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Del! Tudo bem?
    Eu não conhecia o trabalho desse ilustrador ainda, mas por essas imagens eu já fiquei apaixonada. Achei tão um trabalho tão sensível e delicado, que realmente passa esse ar de contemplação mesmo. Amei o post e poder conhecer mais sobre o ilustrador.
    Beijos

    ResponderExcluir