2 de março de 2019

[Resenha] The Chase - Elle Kennedy

Hello peoples!
Depois de conquistar inúmeros corações com Amores improváveis, Elle Kennedy está de volta com Briar U, o spin-off que trás o que há de melhor nesse universo divertido e repleto de abordagens importantes. The Chase, é o primeiro livro desta nova série e será publicado no Brasil pela Editora Paralela, a obra já está em pré-venda, com previsão de lançamento para 15/03. Felizmente, graças a nossa parceria com o grupo Companhia das Letras, tive acesso a uma ARC (uma espécie de prova antecipada em e-book, com o conteúdo integral a ser publicado) que me permitiu estar falando desta história hoje aqui. Então "amores e amoras" segurem a emoção, preparem o coração e venham comigo saber o que os alunos da universidade Briar e nosso quarteto preferido estão aprontando.

The chase, a busca de Summer e Fitz (The chase)
Coleção: Briar U #01
Autor (a): Elle Kennedy @ElleKennedy
Publicação: Paralela *ARC
ISBN: B07NWXDCJZ | Skoob
Gênero: Romance +16
Ano: 2019
Páginas: 300
Minha avaliação: 4/5★
Amazon | Saraiva | Submarino
Todo mundo diz que os opostos se atraem. E deve ser verdade, porque não tem nada que explique minha atração por Colin Fitzgerald. Ele não faz meu tipo e, o pior de tudo, me acha superficial. Essa visão distorcida que ele tem de mim é o primeiro ponto contra. Também não ajuda que ele seja amigo do meu irmão. E que o cara que mora com ele tenha uma queda por mim. E que eu tenha acabado de me mudar para a casa deles. Mas isso não importa. Estou ocupada o bastante com uma faculdade nova, um professor que não larga do meu pé e um futuro incerto. Além do mais, Fitzy deixou bem claro que não quer nada comigo, embora tenhamos uma química de dar inveja a qualquer casal. Nunca fui de correr atrás de homem, e não vou começar agora. Então, se o meu companheiro de apartamento gato finalmente acordar e perceber o que está perdendo... Ele sabe onde me encontrar.
Há mais ou menos um ano e meio eu me despedia de Amores improváveis e anunciava minha esperança depositada nesse spin-off que na época estava sendo escrito. Acredito que não fui a única a me sentir órfã desses personagens tão queridos e por isso, mal posso conter minha empolgação ao estar aqui compartilhando com vocês o quão maravilhoso foi este reencontro. Garret, Hannah, Logan, Dean, Allie, Tucker e Sabrina, uns mais que os outros, se fazem presentes nesse primeiro livro de Briar U, é maravilhoso poder ter acesso, mesmo que a apenas alguns vislumbres da vida que todos eles estão levando, e constatar que, todos sem exceção seguem crescendo, tanto pessoal como profissionalmente. Mas o foco aqui é outro, e como não poderia ser diferente, mais uma vez a Elle mostra a que veio. Assim como os demais livros da Kennedy, a história de Summer e Fitz trabalha temáticas pertinentes, tais como assédio, alienação parental, déficit de aprendizagem, preconceito, tudo isso levando em conta a seriedade dos assuntos mas sem perder a leveza característica das narrativas da autora.

Rica, linda e loira, aos olhos de todos Summer Heyward-Di Laurentis, é o estereótipo da garota perfeita, mas ao contrário do que todos pensam, a jovem reluzente também possui suas inseguranças. Membro de uma família onde todos se destacam de forma brilhante, Summer amarga as limitações, que ser portadora de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade) lhe infringe. A dificuldade de concentração somada a necessidade de estar sempre em atividade, dão a falsa impressão de que Summer é só mais uma garota fútil e sem propósito. Ao ser expulsa da Brown, após um incidente desastroso, ela da seguimento aos seus estudos na Briar, uma mudança inesperada que a deixa sem ter onde morar, mas com a ajuda do irmão, Summer passa a dividir um apartamento com três ex colegas de time de Dean. Um arranjo providencial que lhe obriga a conviver diariamente com Hollis, Hunter Fitz, sendo este último, o rapaz que tem mexido com seu imaginário a mais de um ano e que resiste em demonstrar o interesse que sente por ela. Em meio a busca por conquistas individuais, Summer e Fitz vão descobrir o impacto poderoso que resulta da atração e colisão de dois opostos.

Da mesma forma que o irmão, Dean Di Laurentis, Summer é vítima de pré-julgamentos incisivos, que estão diretamente ligados a estereótipos físicos e sociais. E este é um ponto de identificação importante entre este casal, pois assim como Summer está longe de corresponder a suposta imagem que todos têm dela, Fitz não está nem perto de ser o atleta baladeiro que todos esperam. Tudo o que o rapaz reservado, apaixonado por jogos e programação deseja é a tranquilidade de passar despercebido. O que é quase impossível, quando se leva em conta o fato dele ser um jogador de destaque de um time universitário importante, e possuir a aparência de um deus grego tatuado. Tanto Summer como Fitz estão constantemente em evidência, a diferença é que ela, gosta e está acostumada a chamar a atenção, enquanto ele é o completo oposto disso. Summer é aberta ao mundo, uma garota divertida, capaz de fazer amizade em poucos minutos de interação, é o tipo de pessoa que ilumina um ambiente inteiro apenas com a sua presença, já Fitz, está embalado em traumas da infância, fechado em si mesmo, onde prefere o silêncio ao invés das palavras. Indo além das aparências, somos apresentados a essência desses dois personagens maravilhosos, que longe dos holofotes trabalham para superar suas próprias limitações.

Apesar da enorme tensão sexual partilhada, devido a várias dúvidas e a alguns maus entendidos, o envolvimento do casal demora para de fato acontecer. O que me deu também a chance de conhecer melhor os protagonista como indivíduos, e os tornou ainda mais autênticos e cativantes. E quando tudo finalmente se encaixa, ah! meus caros, é sintonia pura. É aquela história, né? "Se juntos já causam, imaginem juntos". A presença de um quase triângulo amoroso, serviu para me deixar aflita com os rumos que a história poderia tomar, isso porque enquanto Fitz está tentando descobrir o que quer da vida, Hunter (sim, ele também divide o apartamento), que a princípio é visto como um mulherengo desapegado, se mostra completamente seguro e interessado. Além disso, eu não poderia deixar de mencionar uma personagem secundária que se destaca em meio a esse drama todo, Brenna é a filha do treinador do time de hóquei e melhor amiga da Summer, a garota bem resolvida, não costuma levar desaforo pra casa e possui uma presença marcante que combina perfeitamente com sua força. Ela será a protagonista de The Risk, o livro que dará sequência a esta série, ao qual eu mal posso esperar para ter em mãos.

The chase, é uma história de buscas e descobertas. Trás personagens carismáticos e trabalha a desconstrução do óbvio, Summer e Fitz possuem histórias e personalidades que vão além do que se pode imaginar a primeira vista, e estas nuances nos são apresentadas através de uma narrativa ágil e divertida, cujo POV em primeira pessoa alterna entre os protagonistas. O enredo, bem construído, aborda uma série de temáticas relevantes que legitimam os dramas dos personagens, e despertam empatia e reconhecimento no leitor. O romance demora um pouco a ganhar ênfase o que pode despertar uma certa ansiedade naquele leitor que assim como eu gosta de ver os casal junto logo, mesmo assim, esse detalhe não chega a ser um ponto negativo, uma vez que esse retardamento evidencia o desenvolvimento individual de ambos. Uma leitura extremamente satisfatória que faz jus a boa impressão que venho alimentando a tempos sobre as obras da autora. Mais uma história apaixonante que recomendo sem receio.

7 comentários

  1. Oi! Eu amei demais esse livro. Apesar da enrola pros personagens ficarem juntos e isso ter irritado alguns leitores, eu adorei e amei esse livro do início ao fim. Espero que também curta The Risk.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  2. Amores Improváveis está na minha lista de desejos já tem um tempo, mas acabou caindo no esquecimento, até aparecer esse spin-off. Fiquei animada em saber que os protagonistas conseguiram te cativar, mesmo emmeio a tanta tensão sexual e fiquei curiosa para saber quais os estereótipos físicos e sociais que a autora abordou nesse livro. Sugestão anotada, quero ler.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Essa obra deve possuir um enredo bem atraente e intenso, com certeza já deve estar sendo um sucesso entre o público feminino.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Delmara!
    Eu não estava sabendo desse lançamento e não conhecia a autora, por conseguinte, também não conhecia os seus livros.
    Não sei se é o livro que estou procurando ler no momento, mas me pareceu um romance bem escrito, sem ser forçado - que é um dos problemas que me irrita no gênero.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Delmara!
    Eu li essa série e realmente adoro também, o drama evidente, os personagens sempre bem construídos Elle kennedy é uma excelente autora. Esse livro ainda não li, mas acabei de adicionar na minha lista de desejados, adorei sua resenha parabéns deu para ter uma ideia do que esperar da trama. Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu adoro essa série.. Estou aguardando meu exemplar chegar pra iniciar a leitura.
    Ansiosa para ver mais de Fitz e conhece-los mais a fundo.
    Certamente vou amar, porque a escrita da autora é muito gostosa.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?

    Eu adorei a premissa do livro, parece ser uma história incrível. Achei bem legal a trama toda não focar somente no romance e dar espaço para os problemas pessoais dos personagens.
    Acho que apenas a enrolação dos mocinhos para ficarem juntos iria me irritar um pouco, mas isso eu supero kkk
    Já coloquei o livro na minha lista de desejados.

    Obrigada por compartilhar!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir