20 de junho de 2017

[Resenha] A rebelde do deserto - Alwyn Hamilton

Olá personas!
Vamos falar de fantasia? Acredito que não seja muito difícil notar que este não é o meu gênero preferido, apesar disso estou sempre aberta a novas possibilidades e devido aos inúmeros comentários positivos a cerca desse livro resolvi não me privar mais e finalmente conhecer a história de Amani. A rebelde do deserto foi uma grata surpresa que quero compartilhar com vocês, mesmo sabendo que já estão carecas de conhecer essa história. O fato é que eu gostei de descobrir mais uma obra incrível que me fez querer ler ainda mais livros do tipo e por essas e por outras quero contar pra vocês minhas impressões e constatações. Deem só uma olhada!

Título Original: Rebel of the Sands
Série: A rebelde do deserto #01
Autor (a): Alwyn Hamilton @alwynfjh
Publicação: Seguinte (Cortesia)
ISBN: 9788565765992 | Skoob
Gênero: Fantasia
Ano: 2016
Páginas: 283
Avaliação: 3/5★
O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher. Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele. Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.
Após a morte prematura dos pais Amani se viu obrigada a ir morar com a família de uma das tias, fato não muito bem quisto pela jovem, já que a convivência com os parentes em questão não é das melhores. Para piorar a tortura diária ela se vê na iminência de um casamento arranjado e extremamente indesejado cujo pretendente é ninguém mais ninguém menos que o marido da bendita tia, que vê no interesse do conjugue pela garota mais um motivo para odiá-la. Com isso se torna meio óbvio que os dias de Amani em Vila da Poeira estão contados, ela precisa fugir o quanto antes, mas como uma mulher, pobre e órfã poderia atravessar o deserto impiedoso habitado por criaturas místicas e fatais? A oportunidade surge quando um forasteiro chega a sua pequena e isolada cidade, e trás com ele além de muito perigo e confusão a unica oportunidade que ela poderia ter para finalmente alcançar a sua tão sonhada liberdade.

A rebelde do deserto é uma obra magnífica nos mais variados sentidos, a autora nos apresenta uma protagonista forte e destemida que cativa o leitor logo nas primeiras páginas, não apenas por sua coragem e determinação que são admiráveis, mas também por sua história de vida e realidade atual. Amani vive em uma sociedade machista e opressora onde as mulheres não possuem voz ou valor algum, mas nem por isso ela se deixa subjugar. As críticas sociais envolvendo essa temática são narradas de forma coerente e realista, a própria ambientação da história facilita tal abordagem, enquanto a trama se desenrola a autora revela gradativamente as dificuldades que assolam Amani pelo simples fato de ser mulher, desde a ausência de direitos até a necessidade de se vestir de homem para poder ter alguma credibilidade ou autonomia.

"– Sou uma garota que poderia ter me tornado qualquer coisa se tivesse nascido homem. – Shazad disse. – Mas nasci mulher, então estou fazendo isto."

Como de costume, iniciar a leitura desse universo completamente singular ocorreu de forma lenta, até porque existem aqui incontáveis fatores a serem conhecidos, entendidos e absorvidos. Me refiro, logicamente a todo o misticismo que envolve o enredo. Eu acredito que eu não seja a única a ir com calma nas primeiras páginas de uma fantasia, claro que a curiosidade nos impele a devorar cada página como se não houvesse amanhã, mas o fato desse tipo de história apresentar muitas vezes ambientes e/ou personagens nunca vistos ou imaginados antes, requer certa atenção e por isso tenho que dizer que sim, no começo o ritmo foi mais arrastado porém prazeroso, aproveitei cada nova descoberta, deixei que cada lenda ou história local impregnasse minha mente, e consegui me sentir parte de Miraji.   

Hamilton possui uma narrativa eletrizante que fez meu coração acelerar em diversos momentos. A fuga de Amani para o deserto é só o começo das aventuras que essa história reserva, além disso podemos ir conhecendo os segredos do forasteiro misterioso que se torna mais apaixonante a cada virar de página, tornando impossível não torcer por um envolvimento romântico entre ele e a protagonista, é claro. Os personagens secundários possuem importância significativa para o desenrolar de tudo, destaco dentre eles Tamid, melhor amigo de Amani que apesar de ser homem - o que "naturalmente" o tornaria privilegiado - enfrenta duras discriminações por ser deficiente físico. Ele tem um papel considerável em um episódio ocorrido no inicio da trama que passa a influenciar Amani em suas decisões até o último capítulo (um dos fatores predominantes para o amadurecimento da personagem, inclusive), e apesar da autora ter dado a entender que não, penso que ele ainda será trabalhado no próximo livro da série.

Enfim, essa é uma obra repleta de magia, aventura, mistério, conflitos políticos e questionamentos sociais. Uma leitura fluída que passados os capítulos introdutórios pode ser feita rapidamente. Convido vocês a descobrirem as maravilhas e os perigos que habitam o deserto de Miraji e no caminho não se privem do encantamento e das surpresas que se apresentarão. Nesse primeiro livro, Amani notadamente amadurece e redefine suas prioridades enquanto descobre sua real história passada e começa a vislumbrar os caminhos capazes de lhe apresentar perigos imensuráveis e extremamente assustadores, mas também a possibilidade de um país livre para todos os que sofrem com os mandos e desmando do sultão e seus aliados. "Uma nova alvorada, um novo deserto" estão por vir.

12 comentários

  1. A sinopse do livro me pareceu muito empolgante e sua resenha esta perfeita, mas confesso que não ando muito nessa vibe,mas se tivesse a chance com certeza leria esse livro,sem dúvidas, só de saber que a mocinha é mais forte e destemida já me anima a ler algo assim,gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Fantasia é um dos meus generos favoritos, então ja é de se esperar que eu queira ler esse livro. Amo esses elementos envolvendo magia, mistério e aventura. Compreendo bem que um enredo como esse requer muita atenção, ainda mais porque tudo é novo. Já li otimos comentarios a respeito e minha curiosidade so aumenta. Sou apaixonada por essa capa!
    beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Hey!!

    Sou super fã de fantasia, já tinha ouvido falar deste livro em específico mas não havia lido nenhuma resenha, mesmo a sua avaliação tenha sido 3/5, só li coisas que me interessaram, dica anotada.

    Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Oi. Tudo bem?
    Confesso que não sou muito fã desse gênero, mas, você falou com tanta convicção sobre a obra que me fez querer ler! Gostei de saber que a autora criou uma protagonista forte e destemida que é capaz de envolver o leitor... Amo protagonistas fortes! Deixam a leitura mais real :)
    Dica anotada!
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Olá Delmara,
    Não sou uma fã ávida de fantasia também, mas como você disse, as resenhas positivas são verdadeiros estimulantes para nós lermos ...
    Eu curti muito a sua resenha, não conhecia o livro, mas você conseguiu chamar a atenção para a história. Vou dar uma pesquisada mais a fundo sobre ela para ver se ela realmente é o meu estilo

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Assim como você, não sou dada a ler este gênero mas só pelo questionamento social eu já leria.Outro ponto que me ganhou foi essa personagem forte e destemida. Simplesmente amo personagens assim. Enfim! Fiquei com muita vontade de ler esta história eletrizante que fez seu coração disparar em diversos momentos e fluida, após o início onde são apresentados todos os elementos. Sugestão mais que anotada! Amei sua resenha ^^

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem?
    A capa desse livro me encanta, e eu AMO personagens destemidas e cativantes, porem essa coisa da leitura ser lenta no início me incomoda um pouco. Infelizmente acontece mas depois que engata também, ninguém mais segura!

    ResponderExcluir
  8. Oii!
    Eu li esse livro há muuuuito tempo, lá atrás quando lançou, mas fico muito triste em dizer que infelizmente eu não gostei muito dele não :/ tem alguns elementos dentro da narrativa que eu gostei bastante, como ela misturar todo esse clima de deserto com uma coisa meio faroeste! Maas, no geral, achei a personagem principal meio fraquinha :/
    Eu gosto muito mesmo de fantasias e distopias (acho que a maior parte das minhas leituras se resume a isso) e acho que, talvez por isso, eu esperava um pouco mais desse :/
    Mas que bom que você gostou, quem sabe isso não te anima para tentar outras fantasias? :P
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  9. Hey Delmara,
    Esse livro fez muito sucesso quando foi lançado e estou louca para ler desde então, mas cadê a oportunidade? Gostei de saber que a escrita da autora é eletrizante e que você tenha curtido. Acho que o começo lento é muito comum em obras do gênero e não prejudica nada.
    Vou tentar ler logo porque né? rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já vi tanto desse livro, tanta gente falando, mas nunca parei para saber mais sobre ele, e amei sua resenha, vou ler com certeza.

    Beijos
    Leitora Dramática
    http://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Esse é um dos melhores livros de fantasia que eu tenho acompanhado!

    Justamente por toda crítica que está dentro das paginas, todo o misticismo do deserto, também. É raro encontrar um livro atual coma temática.Gosto muito da escrita da autora e seu modo de guiar a história. Otima resenha e excelente indicação!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Nossa adorei a resenha, sempre vejo esse livro nas redes sociais e não tinha parado nem para ler a sinopse.
    Gostei muito da trama, e já vou correndo na amazon comprar ♥
    Um beijo.

    ResponderExcluir