Resenha #109 Não Voltarás - Hans Koppel

segunda-feira, abril 14, 2014

O livro mais eletrizante que li nos últimos tempos, "Não voltarás" vendeu mais de 100 mil exemplares na Suécia e agora está aqui para prender os leitores brasileiros que estão ávidos por um suspense impressionante.

Titulo: Não Voltarás
Autor(a):  Hans Koppel
Editora: Verus
N° de páginas: 294
Mike Zetterberg vive com a esposa Ylva e a filha do casal em uma pequena casa praiana na Suécia. Uma noite, Ylva não volta para casa depois do trabalho. Mike acredita que ela só foi tomar um drinque com as amigas, mas, quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e o próprio desespero, ele nem desconfia de que sua esposa está viva e apenas alguns passos de casa, presa num porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança. Uma câmera de vigilância lhe permite ver sua família pela tela da TV. Eles não podem vê-la - e certamente não podem escutar seus gritos desesperados de socorro.

Ylva é mulher de espírito livre, apesar disso constituiu família, é casada com Mike e mãe de Shana, ela é mãe e esposa, mas também quer sair com amigos e curtir sua vida livremente, Mike por outro lado é um homem mais contido e emotivo, está sempre lá esperando a esposa voltar das festas e cuidando da pequena filha do casal. Mas em uma noite em que informações se desencontram Ylva simplesmente não volta pra casa, apesar disso Mike espera, no dia seguinte a constatação de que aconteceu algo errado é mais nítida a cada instante, é hora de buscar ajuda para descobrir o que houve com sua esposa. Mesmo em meio a inúmeras dúvidas com relação ao que aconteceu a ela Mike fará o que estiver ao seu alcance para encontrá-la.

Ylva sente que algo ruim está prestes a acontecer quando encontra com o casal de velhos conhecidos. Ela não sabia, mas eles querem puni-la, querem que ela sofra e por isso a levam para o porão da uma velha casa que fica em frente a casa em que ela mora com sua família, uma televisão no canto do porão mostra o mundo lá fora, mostra a entrada da sua casa, onde seus amigos, marido e filha passam diariamente, ela pode vê-los, mas eles não sabem onde ela está nem podem ouvi-la gritar desesperadamente por socorro. É dentro desse porão que Ylva vive experiências subumanas, onde ela vê sua dignidade ser despedaçada dia após dia, onde a humilhação e agressões são constantes. Será que ela será resgatada e retornará para a família? Quanto tempo ela aguentará até desistir de tudo? O casal fará o possível para que esse porão seja a última moradia da jovem Ylva.

O que ela fez para merecer tudo isso? Essa era pergunta que eu não parava de me fazer. Quando vi o livro me senti atraída no ato pelo enredo, a capa anunciava que algo assustador estava por vir e o título então nem se fala. Mas quando comecei a lê-lo fui transportada para um mundo alucinante, um mundo para o qual nenhum desses itens citados acima foi capaz de me preparar. A princípio cheguei a desenvolver uma certa antipatia pela personagem Ylva, ela não é uma mãe de família tradicional que vive para o lar e para família, ela é independente, tem sua própria maneira de viver e por isso acaba negligenciando a filha e o marido. Mas tiro meu chapéu para chamá-la de guerreira, nunca li tanto sofrimento direcionado a apenas uma pessoa e vê-la resistir bravamente por tanto tempo me fez admirá-la em parte.

Mas havia aquela sensação intrínseca de que ela havia feito algo muito ruim, por isso não consegui vê-la totalmente como vítima. Apesar disso, não suporto o casal sequestrador, não há motivo que justifique tudo que foi feito naquele porão.

O livro é intenso, não vou mentir. Mas também é arrebatador, não consegui parar de ler até tê-lo terminado, os questionamentos eram levantados e respondidos a todo instante, desfrutei de uma leitura dinâmica que me fez devorar o livro em algumas horas. O autor sem sombra de dúvidas acertou quando escreveu esse livro, com um enredo capaz de te fazer transpirar de ansiedade e curiosidade, ele criou uma história aterrorizante e viciante, certamente irei procurar outras obras do Hans. Recomendo o livro para todos que curtem um drama pesado e muito, mas muito suspense mesmo.

Muito bom

Confira esse e outros livros, além de muitas novidades 
legais na Fan Page da editora.

Confira Também

11 comentários

  1. Já tinha visto o livro no site da Verus, mas não me chamou muito a atenção não. Mas como você não conseguiu parar de ler, quem sabe eu não dou uma chance ao livro. Tem post novo lá no blog, passa lá tem post novo.
    Abraços,
    J. A. Santos

    ResponderExcluir
  2. Ah, tinha ficado em dúvida entre esse e Quem sabe um dia, e fiquei com Quem sabe. hahaha
    Não me arrependo, mas agora fiquei curiosa para ler esse!
    bjs
    www.apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá

    Bela resenha, não sei se vou querer ler ou não..

    Abraços,
    shakedepalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Del :)
    Amo livros assim, que prendem e que te fazem não querer parar de ler até chegar ao final. São os meus preferidos, gosto demais quando um livro me conquista ao ponto de não querer largá-lo por nada.
    Já foi para a lista de desejados.
    Beijão
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bom?
    Vim te fazer uma visitinha.
    Não tinha me sentido muito atraída pelo livro, mais talvez eu dê uma chance a ele por causa da tua resenha. Fico muito feliz quando não consigo largar um livro, quero que aconteça isso comigo também..
    Te espero lá no blog.
    Bjs*-*
    Território das Garotas

    ResponderExcluir
  6. Uau Del, que resenha é essa? Enquanto lia a sua resenha também fiquei com a mesma pergunta no ar. A história que aparentava ser algo pelo visto descambou para um lado totalmente diferente.. hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  7. Boa resenha! Não conhecia esse livro, me interessei pela história.
    Ps. tão bom encontrar pessoas igualmente viciada em leitura!
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia, mas fiquei curiosa pra ler.
    Quero muito.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Parece ser um livro interessante, mas não me deixou curiosa, acho que não teria coragem de comprá-lo *-*
    MilkMilks
    Milkshake de palavras

    ResponderExcluir
  10. Nossa, adoro esses livros que deixam a gente fissurada, a ponto de não largar até terminar. Confesso que não daria muito pela leitura. Mas, com certeza, ele vai pra minha lista de aquisições

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Delmara,
    tudo bem?
    Primeiro, nossa!!!!!! Sua resenha está ótima!!! Eu me senti presa, angustiada, me coloquei no lugar da personagem tentando fugir, só com suas palavras. Que livro denso, pesado mesmo. Não sei se teria estômago para ler sobre essas agressões, mas como diz que tem um suspense muito bom, acho, que daria uma oportunidade com o coração na mão.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir