14 de outubro de 2018

Adaptação literária: A maldição da residência Hill

Hello peoples!
Vamos falar de séries? Já faz uma eternidade que não posto nada aqui sobre o que ando assistindo, em parte devido a falta de tempo e em parte porque não tinha nada digno de nota até o momento, mas felizmente o jogo virou e cá estou eu para indicar um dos lançamentos recentes da Netflix. Comecei a assistir A maldição da residência Hill por acaso, e tinha quase certeza de que esta seria mais uma dentre as tantas que comecei e jamais consegui terminar, isso porque a promessa de uma história de terror não me era lá muito atraente, mesmo assim resolvi dar uma chance ao primeiro episódio, e posso falar? É um caminho sem volta. A melhor série do gênero que assisti em anos, trás uma densidade admirável que somado a um sem número de outras qualidades, a torna completamente viciante. Quando assisti essa série não fazia ideia, mas durante as pesquisas que realizei para montar esse post descobri que ela foi inspirada em A assombração da Casa da Colina de Shirley Jackson, o que dá aos enredos de ambas as obras divergências bem marcantes, mais do que é comum esperar em adaptações do tipo.


A maldição da residência Hill (S01 E10) | Gênero: Drama, Terror | Duração: 60 min | +16 | 5/5 🎬

Os Crains se mudam para uma mansão no oeste de Massachusetts, o plano inicial é bem simples: reformar e vender. Com o lucro eles enfim comprariam a casa dos sonhos onde viveriam para sempre, mas a residência Hill se mostra um lugar assustador e sombrio, onde se é possível presenciar todo tipo de acontecimento sobrenatural. Uma tragédia obriga a família a abandonar a casa as pressas, mas as marcas causadas pela experiência de terem vivido em um lugar amaldiçoado os acompanha por décadas. Vinte e seis anos depois de terem fugido da residência, uma fatalidade os obriga a reabrir feridas profundas e reviver pesadelos aterrorizantes, que os levarão de volta ao pior lugar que já estiveram.


Uma trama construída de forma ímpar que usa e abusa dos detalhes para fisgar e manter a atenção dos telespectadores. Composto por um elenco impecável e uma narrativa comovente, a série que promete terror e drama, nos arrasta por um emaranhado cronológico capaz de fundir cérebros desatentos e nos presenteia com personagens carismáticos que trazem em suas histórias vestígios de acontecimentos sobrenaturais que põem em xeque a sanidade. Eu nunca pensei que iria chorar tando assistindo uma série de terror. Essa história é desafiadora, não apenas devido a complexidade cronológica que, admito, me obrigou a pausar algumas vezes e reorganizar as informações, mas também por sua profundidade. Conhecer tão bem as experiências, os medos e os anseios dos personagens, me deixou mais suscetível a admirá-los por suas batalhas diárias. Em especial o casal de gêmeos Nell e Luke que na minha humilde opinião são os personagens mais castigados e desamparados dentre todos os Crains



A maldição da residência Hill, é uma série surpreendentemente dolorosa, eu diria até, muito mais dolorosa que assustadora. Não é como a maioria das histórias do gênero que tenho visto ultimamente, aqui as peças se encaixam com uma naturalidade assustadora, sem excessos. Os fantasmas são como espectros sutis que ora aparecem de repente (clássico), ora se misturam em meio ao cenário exigindo uma certa atenção para serem notados. O mistério sufoca na mesma medida que instiga a criação das teorias mais escabrosas. O desfecho quebrou meu coração em mil pedacinhos, mas se deu de forma satisfatória, além de trazer uma mensagem linda de altruísmo e redenção. 

10 comentários

  1. Olá!
    Eu vi sobre essa série e achei o enredo bem louco. Sinceramente não sei se pegaria para assistir, certamente quando o fizer irei sem muitas expectativas.
    Mas é legal ver suas considerações e saber que te surpreendeu de forma positiva e trouxe bons temas além do que estamos acostumados a ver nesse tipo de trama.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  2. Oiiii,

    Eu particularmente não sou muito fã deste tipo de história, e embora tenha adorado a resenha e até visto a série por aí, mas não é algo que eu assista porque realmente não faz meu gênero. Mas para quem gosta é uma dica muito interessante, mas é legal você avisar que a carga dramática chega a ser maior finque o terror em si, porque quem decidir assistir já vai estar preparado rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bom?

    Eu já tinha visto comentários sobre essa série, mas não sabia de toda essa carga emocional. É meio difícil imaginar que uma série de terror faça chorar kkkk Mas fiquei bastante interessada, amo mistérios instigantes que fazem a gente começar a criar mil teorias. Vou já procurar para ver.

    Obrigada pela dica!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Del.
    Li várias críticas sobre essa adaptação, mas sou medrosona demais para assistir algo assim!
    Mesmo com esse lado dramático, sou péssima com terror!! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Eu estou louca para ver essa série. Minha irmã assistiu, mas disse que não conseguiu continuar e que não tinha gostado, mesmo assim estou querendo muito vê-la. Com todos dizendo sobre a qualidade da série, só estou esperando ter mais tempo para ver. Acho que vou aproveitar o feriado e assistir.

    ResponderExcluir
  6. Eu já vi o pessoal falando bastante dessa série, mas não sou uma pessoa extremamente apaixonada por adaptações de terror,na verdade eu costumo fugir bastante de coisas que abordam esse tema... Apesar de ter curtido bastante sua critica, não é algo que me agrade, então eu não assistiria...

    ResponderExcluir
  7. Eu não sei se tenho capacidade e estrutura psicológica para assistir essa serie. Parte pelos sustos e parte também por essa exploração emocional que você pontuou no seu texto. Vou tentar o primeiro episodio e se eu sobreviver sem avarias, seguirei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Ola lindona, meu marido estava assistindo o segundo episódio e acabei assistindo um pouco, confesso que como mostra presente e passado me perdi um pouco, preciso assistir mais, a carga emocional existe visto que esse capítulo tem uma grande perda. Vou assistir desde o começo. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  9. Oi Del,
    Comecei a assistir essa série e me decepcionei bastante com o primeiro episódio. Não sei se estava com muitas expectativas ou se acabei não me atentando completamente ao que estava passando na TV, mas não estava rolando, então, decidi dar uma pausa.
    Achei legal isso que você disse sobre a série ser mais dolorosa do que assustadora, eu meio que me senti assim com relação ao começo dela. E acho que os atores foram impecáveis mesmo.
    Vou me arriscar em assistir de novo :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Eu realmente não assisti e nem vou, porque tenho PAVOR. Só as imagens me assusta, não assisto nada do gênero. Acho que a única coisa que vi foi o Exorcismo de Emily Rose e nunca mais. Fico sem dormir, me dá ansiedade. Imagina tirar meu sossego pra ver algo do tipo kkkk mas o que admiro nessas produções é o quanto os produtores conseguem fazer algo real, profundo e muito assustador. Beijos

    ResponderExcluir