4 de outubro de 2014

Resenha #150 A promessa - M. Pattal

Oooi pessoinhas!! Tem resenha de nacional no ar gente... O livro de hoje é do autor nacional e parceiro do blog M. Pattal, o primeiro livro da série Promessas.

Título: A promessa (Promessas #01)
Autor(a): M. Pattal
Editora: Ases da Literatura
N° de Páginas: 254
Promessas são feitas para serem cumpridas. Pelo menos era assim que Polly pensava em sua adolescência quando fez uma promessa que não conseguiu manter, principalmente após ocorrer uma tragédia em sua família a qual ela culpa o pai de ser o responsável. E tudo piora quando ele decide abandonar o lar deixando-a para trás, o que faz surgir no coração de Polly um ódio mortal. Na companhia de sua mãe, Angela, Polly consegue uma virada em sua vida, tornando-se uma estrela pop, através de um sucesso repentino ao ser descoberta em um Reality Show musical. Mas apesar da fama e do sucesso, as coisas não vão bem em sua vida pessoal, discussões constantes com a mãe e seu namoro com Renan que parece estar perto do fim, ainda mais quando ela conhece Max, um jogador de futebol que começa a mexer com o seu coração. Conseguirá Polly perdoar o pai e se entender com sua mãe? Estará ela disposta a manter o seu namoro, mesmo parecendo estar por um fio? E o mais importante, será capaz de enfim cumprir A Promessa? Uma história de amor e redenção que nos fala sobre situações que enfrentamos como culpa, medo, mágoa e nos mostra até que ponto é capaz de perdoar, ser perdoados e cumprir as nossas promessas.

Polly é uma jovem cantora que está no auge da carreira, descoberta em um  Reality Show musical passou a ser considerada a Menina da Voz de ouro, e trabalha arduamente para consolidar mais e mais sua carreira. Apesar do sucesso imenso em sua vida profissional, a jovem vive uma crise constante em sua vida pessoal, emocional e até espiritual. Após perder o irmão em uma tragédia Polly viu sua relação com o pai se deteriorar rapidamente, culminando na saída do mesmo de casa.

A jovem guarda uma mágoa enorme dentro de si, o que culminou na quebra de uma promessa feita por Polly, esse fato em especial a atormenta diariamente, tornando sua vida vazia. Apesar de contar com o apoio incondicional da mãe e do namorado Rennan, Polly não consegue se sentir plenamente e feliz o que a faz questionar diversas áreas de sua vida. Seria Polly capaz de cumprir a promessa a tanto que fora quebrada? 

O enredo é bem complexo, apesar de Polly ser a protagonista o autor também trabalhou profundamente os demais personagens, tornando a estória bem ampla e detalhada. A principio a leitura fluiu em um ritmo bem lento, mas com o desenrolar da estória fui me envolvendo com os dilemas dos personagens e acabei devorando o livro. Apesar da temática com fundo religioso o autor aborda o assunto de forma bem sutil, em nenhum momento impõe crenças e religiões ao leitor, esse foi um ponto positivo na minha opinião. 

Mesmo compreendendo, em parte, as angústias e mágoas de Polly, não consegui me solidarizar totalmente com a personagem que em diversos momentos demonstrou uma imaturidade deveras irritante. Achei parte das atitude da jovem infundadas, mas associo isso ao fato de se tratar de uma adolescente que teve que enfrentar perdas imensas cedo demais, sendo assim acabei relevando algumas de suas atitudes. O mistério em torno da promessa feita por Polly foi um ponto bem explorado pelo autor, confesso que o suspense me proporcionou um maior anseio pela leitura. O desfecho apesar de ter se desenrolado de forma positiva, nos apresenta novos dilemas que dão margem para a continuação. Uma estória de superação, perdão que trás para os leitores situações reais e passiveis de acontecer. Por diversas vezes que identifiquei com situações narradas no livro, seja uma frase que um familiar falou ou até mesmo um pensamento ou ação de minha parte, sendo assim acabei absorvendo muito bem as diversas lições passadas no decorrer da estória.

Com uma capa bonita e condizente com o enredo, uma diagramação graciosa, com notas musicais no inicio e nas laterais das páginas de cada capítulo. Apesar de ter achado a letra pequena, gostei bastante dos capítulos curtos que contribuíram para ampliar a dinâmica da leitura. O autor está de parabéns, além de um ótimo trabalho com o livro, foi capaz de desenvolver elementos extras que tornaram tudo mais real, um dos elementos em questão foi o cd que trás a canção cantada pela protagonista, cuja letra foi escrita pelo próprio autor. Ouvi a música diversas vezes, que além de possuir uma letra linda linda, é cantada por uma jovem de voz divina. Super recomendo o livro para aqueles que estão em busca de uma estória realística, com doses de fé e superação.

Bom

7 comentários

  1. Oiii Delmara, tudo bem? Não sou muito fã de histórias com fundo religioso; Mas se vc diz q o autor soube escrever sem forçar a barra, ponto para ele ;) Adorei a forma como vc fez a resenha, ressaltando os pontos positivos e falando dos não tão positivos assim, com mt respeito. Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Delmara,
    Bem legal ver essa resenha aqui porque A Promessa é minha leitura atual.
    Estou gostando bastante da história, mas concordo com vários dos pontos que você ressaltou, como por exemplo, a imaturidade da Polly.
    Acho que o autor não soube construir a personalidade de uma mulher de 22 anos, as vezes ela parece ter 15 e isso irrita um pouco. Se a intenção dele foi mostrar que ela era assim por conta do passado, isso não ficou bem colocado até agora. Estou na página 200, ou seja, na reta final.

    Beijão,
    www.enquantoestavalendo.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    O livro tem uma premissa legal. Mas não sei se o leria no momento.
    Adorei a resenha.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  4. Eu já tinha visto esse livro mas nunca uma resenha, muito bom!! já está na minha listinha!

    Ultima resenha literária do blog, livro pérola na areia -> http://www.byanak.com.br/2014/09/perola-na-areia-tessa-afshar.html

    ResponderExcluir
  5. Oie, Delmara!
    Não conhecia o livro, achei bem bonita a premisa (sobre o amadurecimento e tal), pena a personagem principal ser tão imatura as vezes, mas acho que é ai que deve estar a magia, afinal, só se pode crescer quando se é pequeno.
    Bom, vou dar mais uma pesquisada sobre o livro.
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Delmara! Também li este livro e concordo com você sobre a personagem. Sou evangélica e por isso quis ler o livro. E achei que em algumas parte o livro ficou com a leitura muito pesada, mas é uma história boa. E sei que vem mais 4 livros por ai

    www.amorliterario.com
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Delmara vi muito divulgação em cima desse livro, a capa não me atraiu, mas a historia me parece bacana, é provável que se tiver a oportunidade faça a leitura!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir