12 de janeiro de 2018

[Resenha] Últimas mensagens recebidas - Emily Trunko

Hey!
Recebi este livro no começo da semana e me vi tomada por um encantamento imediato que segue comigo até hoje. Últimas mensagens recebidas, é uma coletânea de frases e pequenos textos reais que marcaram o fim de um relacionamento ou amizade, uma partida inesperada, um abandono doloroso, uma até logo que tornou-se despedida e coisas do tipo. O livro foi organizado por Emily Trunko, uma garota de dezesseis anos que já administra um projeto (que serviu de inspiração para a obra) nesse mesmo estilo. Estou apaixonada por cada detalhes deste trabalho, uma leitura que apesar de breve deixa marcas permanentes naqueles que se proporem a absorver todo o significado que estas mensagens possuem. No final das contas me sinto feliz e satisfeita por ter dado uma chance, então chega de conversa e vem ler o que eu tenho a dizer sobre este livro magnífico.

Últimas mensagens recebidas (The Last Message Received)
Autor: Emily Trunko (org.) @EmilyTrunko
Publicação: Seguinte *Cortesia
ISBN: 9788555340604 | Skoob
Gênero: Não-ficção
Ano: 2017
Páginas: 176
Minha avaliação: 5/5★
Quando uma mensagem é a última, ela pode significar um fim, uma perda, ou até um alívio. E se você fosse o destinatário? A partir de contribuições anônimas, a jovem Emily Trunko reuniu nesta coletânea mensagens que contam histórias reais sobre os mais variados tipos de despedida: o fim de uma amizade, o término de um relacionamento ou até mesmo um acontecimento trágico que muda a vida do destinatário e do remetente para sempre. Enviadas por celular, por e-mail ou pelas redes sociais, essas mensagens narram perdas profundas e inspiram muita reflexão. Será que não deveríamos expressar mais o amor que sentimos pelas pessoas enquanto isso ainda é possível? Ou, em alguns casos, nos afastar o quanto antes daquelas que nos fazem mal?
Eu sou uma pessoa falante. Costumo matraquear por ai o tempo todo, desde que encontre alguém com disposição e paciência para me ouvir. Também sou explosiva, e falo o que vem na cabeça sem pensar duas vezes, recentemente briguei com minha irmã (uma das pessoas mais próximas que tenho na vida), falei o que estava no meu coração, desabafei sem filtros ou freios, fui dura, e tudo isso por mensagem e por telefone, depois conversamos e embora não esteja tudo okay não tem ninguém com ódio de ninguém e nem nada do tipo. Mas depois que li este livro me peguei pensando, e se aquelas mensagens que enviei no calor do momento fossem as últimas palavras que ela recebesse de mim? Não estou querendo instalar pessimismo na mente de ninguém, só quero que este exemplo pessoal transmita o quanto ler este livro mexeu comigo e me mudou. Nunca tinha parado para pensar no peso das minhas palavras, o que chega a ser bizarro já que eu tenho plena consciência de que as palavras podem curar na mesma medida que machucam. O fato é que eu nunca prestei muita atenção nas coisas que falo no calor do momento e muito menos no efeito que elas tem sobre a pessoas que me rodeiam, por favor não me julguem, não sou assim de propósito. É como se esta leitura tivesse me despertado de um longo período de distração, o que é muito bom.

Acredito que a maioria das pessoas (se não todas) já tiveram que lidar com algum tipo de perda durante a vida, seja uma amizade desfeita, um relacionamento que não vingou, alguém que simplesmente sumiu e não deu mais notícias ou alguém próximo que morreu. E se você analisar bem as situações que antecederam tais perdas irá perceber que na maioria das vezes ou em todas elas sequer era possível imaginar que aquelas seriam as últimas palavras a serem ditas, e foi pensando nisto que Emily Tunko teve a ideia de criar o blog The Last Message Received (Últimas mensagens recebidas), nele ela publica últimas mensagens reais que vem transformando a vida de inúmeras pessoas mundo a fora. O projeto tem trazido conforto as pessoas que passaram por perdas semelhantes as descritas nas mensagens, tem feito suicidas em potencial refletir a respeito das dores deixadas para aqueles que ficam para trás e tem demonstrado a força das palavras e a importância de se falar de forma consciente o que realmente importa para aqueles que realmente importam.

No livro foram dispostas algumas das incontáveis mensagens que Emily recebe de seus leitores e que alimentam o blog, a maioria delas seguidas por breves relados que situam o leitor quanto as histórias reais que as baseiam. O conteúdo choca, emociona e algumas vezes desperta indignação mas sobretudo nos leva a pensar em nossos atos, decisões e palavras. Sem sombra de dúvidas, esta é uma obra que veio para somar e proporcionar crescimento tanto pessoal como emocional. O projeto gráfico está de tirar o fôlego e torna a experiência de leitura ainda mais impressionante, além da lindíssima capa dura, a obra conta com folhas coloridas, esquemas tipográficos e ilustrações peculiares que dão vida as frases, além disso existem algumas páginas em branco perto do final, para que o leitor escreva suas próprias últimas mensagens.


Últimas mensagens recebidas, é exatamente isto. Uma coletânea de últimas palavras que deixaram marcas e evidenciam uma vasta gama de sentimentos (amor, dor, saudade, decepções...), através de frases curtas e explicações sucintas temos acesso a dramas reais permeados de questões delicadas, tais como abuso, abandono, suicídio e etc. Uma obra que apresenta sem rodeios a capacidade que as pessoas tem de se mostrarem indiferentes a dor do outro, que expõe o quão cruéis podem ser algumas palavras combinas, mas que também revelam que algumas vezes o deixar partir e o seguir em frente reservam um caminho de conquistas e voltas por cima. Mensagens profundas repletas de verdades que comovem ao mesmo tempo que indignam, e que nos fazem refletir sobre nossos próprios atos e nossas próprias palavras. O que você disse por último é o que você gostaria de deixar marcado na mente "daquela" pessoa? 

12 comentários

  1. Oie, tudo bem?
    Lendo sua resenha, eu me lembrei do livro Último Adeus, tem momentos que ele aborda exatamente isso, as últimas coisas que dizemos as pessoas, se o que dissemos realmente era o que queríamos e se pudéssemos, se voltaríamos atrás.
    É um assunto pesado, mas que é super real e necessário.
    Com certeza esse livro entrou para a minha lista, adorei.

    ResponderExcluir
  2. Li sua resenha e tô aqui segurando as lágrimas depois desse bilhete! Que coisa mais tocante. Vi uma resenha no Youtube mas eu não fazia ideia da carga emocional que esse livro trazia, não sei se eu teria coragem para lê-lo, me fez repensar muita coisa.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e já quero, amo livros assim que nos traz algo diferente e tocante. Com certeza será um livro que se tiver a oportunidade de ler vou gostar. Já coloquei nos desejados do skoob
    Bruna
    https://odiariodoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um bom livro, daqueles para se deixar na cabeceira e degustar todos os dias. Gosto muito da ideia da obra e quero muito ler. Amei a dica e espero me apaixonar assim como você.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Del.

    Eu chorei algumas vezes durante a leitura deste livro. Ele me tocou profundamente, ainda mais porque, assim como você, havia trocado palavras duras com uma pessoa, no caso, meu ex-namorado. A gente terminou e não foi de uma maneira bacana, muito pelo contrário, e nunca vou esquecer a última mensagem que ele me enviou antes de pararmos de nos falar... é algo que vai ficar na minha memória para sempre, infelizmente.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  6. Heiii, tudo bem?
    Ahhh nao sabia do que se tratava o livro qdo vi seu lançamento e agora que to vendo melhor e já posso dizer que eu queroooo!!
    Adoro livross assim, que podemos pegar e ler algumas paginas e depois voltar e ler mais algumas.
    Achei a edição bem linda, vou ter pra mim depois.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?

    Eu ainda não conhecia o projeto "The Last Message Received", mas achei a ideia incrível. As palavras tem o poder de machucar, como você disse, e por isso é melhor pensarmos antes de falarmos algo. Sou uma pessoa bem sincera e desejo sempre o bem para as outras pessoas, então tento falar de uma maneira que a pessoa veja o meu lado e também consiga expor o dela. Apesar disso, eu odeio confronto e não gosto de brigas, por isso penso muito bem antes de falar algo que vai machucar outra pessoa. Como você mostrou, esse projeto é ótimo para as pessoas que estão passando dificuldades por causa de uma perda ou até mesmo aquelas que estão pensando em suicídio, pois assim elas podem entender a dor de quem fica. Fiquei com uma vontade imensa de ler esse livro!

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Olá Delmara, tudo bem?

    Eu achei o projeto desenvolvido por ela bem parecido com muitos outros que a gente já até leu, com o diferencial de ter um foco, que são as últimas mensagens recebidas. Lembro-me de algumas que aconteceram na minha vida, mas a maioria gostaria de deixar no passado. Provavelmente não o lerei justamente por ter medo de me identificar demais e me machucar novamente, rs.

    Beijo
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  9. Oi, eu não sou explosiva como você diz ser, mas eu me calo e assim eu acabo não colocando o que deveria para fora, o que também impede muita coisa do meu sentimento e prejudica também, mas ser explosiva sei que magoa a outra pessoa. Achei legal a ideia do livro porque certas mensagens doem demais né?

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas já quero ler. Concordo muito com a reflexão que você fez. Acho que todo mundo já passou pela situação de perder alguém na sua vida, seja um afastamento natural ou algo mais doloroso, e se ver pensando nas últimas palavras ditas. As palavras realmente têm força e precisamos pensar no impacto que elas podem ter nas pessoas.
    Adorei sua resenha e acredito que essa seja uma leitura tocante e importante. Vou anotar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oiee Delmara ^^
    Depois de ver tantos filmes, séries e ler livros onde os personagens brigam e, depois um deles acaba morrendo, eu tento não brigar com ninguém...haha' sei que não é certo (todo mundo precisa extravasar de vez em quando, né?), mas como eu não sou mesmo de brigar ou discutir, deu super certo para mim.
    Quando a editora lançou esse livro eu fiquei curiosa para ler, mas ai imaginei que ele iria mexer muito comigo e eu não ficaria muito legal com tantas emoções ao mesmo tempo. Parece ser um livro duplamente lindo (pelas histórias e pela diagramação em si), mas eu não conseguiria lê-lo agora *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2018/01/underground-airlines.html

    ResponderExcluir
  12. Nossa! Eu já tinha visto esse livro, mas nunca tinha me atentado pra ler ele! Depois de sua resenha, vi o quão legal pode ser essa leitura e do quanto ela nos fará repensar sobre nossas palavras e atitudes. Acho que pode ser um exercicio que todos podemos colocar em prática, não é! O peso que nossas palavras tem na vida de outras pessoas. Muito legal sua resenha!

    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir