Resenha #195 A garota no trem - Paula Hawkins

quarta-feira, junho 01, 2016

Oi pessoal!

Então aqui estamos nós com a resenha de A garota no trem, sei que não faz muito tempo que as minhas Primeiras impressões foram postadas, mas como consegui finalmente concluir a leitura não quis perder tempo e trouxe logo minha opinião definitiva, a verdade é que escrever o post anterior pra vocês me estimulou ainda mais a continuar lendo e consequentemente terminar a leitura antes do previsto.


Titulo: A Garota No Trem
Autor(a): Paula Hawkins
Editora: Verus
Ano: 2016
N° de páginas: 462
Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas dágua, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess na verdade Megan está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Após ler tantos elogios e assistir ao instigante trailer da adaptação, não pude mais adiar e finalmente inciei a leitura de A garota no trem, armada com uma expectativa enorme e uma curiosidade maior ainda, embarquei na conturbada história de Rachel. Em meu primeiro contato com a escrita da Paula me vi dominada por um mosaico de sensações e opiniões que devido a sua intensidade me acompanham até hoje.

Rachel viu seus medos tomarem forma após seu casamento perfeito chegar ao fim, agora tendo apenas o álcool como companhia para sua solidão, ela se vê criando histórias para um casal de desconhecidos que ela observa diariamente a caminho do "trabalho", através da janela de um trem. Em sua mente fértil, Rachel imagina uma felicidade plena e harmoniosa, entre os dois desconhecidos, aquela que ela não compartilha mais com seu ex marido, que ao contrário dela superou o término e já está casado com outra. Mas nem tudo é como parece ser na vida de Megan e seu marido, ou como a Rachel imaginava que fosse. Após presenciar a mulher que ela observa a mais de um ano protagonizando uma cena desconcertante e logo em seguida tomar conhecimento de que a mesma desapareceu, Rachel acredita que revelar o que viu pode ser o pontapé que irá direcionar as buscas que revelarão o paradeiro correto de Meg.

Como eu já havia dito antes, tive uma certa dificuldade em aceitar a personalidade e algumas (muitas/todas?) características e atitudes da protagonista. Rachel é uma personagem quebrada, e para juntar os caquinhos e conseguir olhar além da mulher decadente que ela demonstrou ser durante toda a história, tive que reler o livro assim que conclui a leitura. Isso mesmo que vocês leram, li A garota no trem não uma, mas duas vezes antes de escrever essa resenha. Fiz isso apenas porque gosto de ver os dois lados da moeda, e nesse caso específico eu tinha uma visão exclusivamente negativa a respeito da Rachel e isso me incomodou muito. Não posso afirmar que mudou muita coisa, mas passei a ter um olhar, nem que seja um pouquinho, menos inflexível a cerca da personagem.

Hoje eu vejo a Rachel como uma mulher fraca, que sucumbiu diante dos seus medos e incapacidades, que se deixou manipular e diminuir, mas que mesmo estando no fundo do poço e não conseguindo sequer colocar a sua própria vida de volta nos trilhos, deseja loucamente fazer parte de alguma coisa. Apesar de tê-la achado patética durante a maior parte do livro, também me compadeci de sua solidão e desespero. Quanto aos demais personagens, foi quase impossível achar nem que seja um fio de sanidade em qualquer um deles, sério mesmo. Todos, sem exceção apresentaram um ou vários momentos insanos, mas os destaques vão para Megan e Scott (o casal que a protagonista observava) e para Tom e Ana, ex marido de Rachel e sua atual esposa. Além disso, através das personalidades, características e atitudes dos personagens supracitados, a autora trouxe a tona a face negra do ser humano. Enquanto tentamos desvendar o mistério que o desaparecimento de Megan se tornou, podemos vislumbrar nitidamente o quão frios, sórdidos e indiferentes alguns podem ser. Em meio a momentos de irracionalidade e embriaguez, a Rachel por vezes pareceu ser um dos poucos seres humanos bons da história.  

A garota no trem, é uma história densa e surpreendente, possui uma trama instigante e um mistério convincente que desafia o leitor. É contado através da perspectiva de Rachel, Ana e Meg (geralmente fatos que ocorreram antes do seu desaparecimento), o que nos coloca dentro da cabeça dessas três mulheres tão diferentes, mas que estão ligadas de uma forma incalculada. O desfecho é inesperado, sem sombra de dúvida, (não o cogitei em nenhum momento durante a leitura) e acima de qualquer suspeita, pelo menos pra mim que tive dificuldade de acreditar mesmo algum tempo depois que toda verdade foi revelada. Não foi nem de longe a leitura mais fluída, mas devido ao seu poder aprisionador não pude ficar muito tempo longe antes de concluir. Super recomendo a leitura para os fãs do gênero e para aqueles que não se importam de ler através do ponto de vista de personagens extremamente problemáticos.

 || Skoob || Compare e compre: SubmarinoSaraivaAmazon || Gênero: Suspense, ficção ||

Confira Também

18 comentários

  1. Oi Delmara. Eu também já li esse livro e concordo com vários pontos que você destacou. É mesmo uma leitura bem densa e surpreendente, apesar de que eu esperava algo mais em certas situações. Ah, eu também achei o final bem inesperado. O fato é que estou bem curiosa sobre a adaptação que será lançada no cinema. Vamos aguardar..
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Delmara tudo bem?
    Eu li esse livro ano passado e gostei muito da leitura.
    Achei a narrativa da história muito boa e eu simplesmente devorei esse livro.
    A Rachel me incomodou muito em alguns momentos, por se mostrar uma mulher muito fraca, deixando se entregar ao vício, mas ao mesmo tempo eu procurei entender a personagem.
    Ao contrário de você eu não achei o final surpreendente, na verdade eu desvendei tudo em uma determinada parte da leitura, mas mesmo assim, foi uma leitura que me agradou muito.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  3. Bom, leituras densas sãoo meu fortee rsrs Tenho realmente atração por leituras que sugam muito do leitor. Porem, confesso que o enredo não me atraiu muito, mas irei fazer esperar lançar a adaptação, se eu gostar, eu mergulho nessa aventura.
    Ps: não me importo com spoiler e com assistir adaptações antes de ler rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Delmara, eu tenho uma grande curiosidade com esse livro, é o meu gênero preferido e acho que a história possa me agradar. Acompanhar a narrativa de personagens problemáticos pode ser irritante em alguns momentos mas acho que não teria problema. Gostei de ver um pouco mais sobre esse livro e saber sua opinião sobre ele.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Achei bem interessante sua resenha. Talvez pelo fato que é a primeira vez que vejo uma falando negativamente da protagonista, o que me faz pensar o quão ferrada ela realmente estava. Porém, acho que não leria esse livro por falta de paciência mesmo, no momento que a personagem começasse a me irritar eu deixaria de lado. Concordo que não é um livro para todos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Delmara, o seu gosto literário é bem parecido com o meu, então, você te gostado do livro me faz querer ler o mesmo AGORA. Fiquei curiosa com o ponto de vista da Meg e acho que será uma leitura ótima pra mim!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ai Delmara,
    Atualmente tenho tentado fugir desse tipo de livro, eu quero alguma coisa que me prenda, que me surpreenda, sabe? Tenho descoberto o que se passa antes de chegar na metade do livro, ou as histórias são óbvias demais, ou os autores lançam muitas dicas - que podem parecer despercebidas para outros leitores.
    Não acredito que você achou a patética, mesmo que tenha se compadecido dela em algum momento, fiquei bastante decepcionada em relação a isso e receosa de ler.
    Espero me surpreender com a história, quando ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oiee Delmara ^^
    Eu estou com esse livro aqui já faz um bom tempo, mas como não sou fã do gênero, estou enrolando para começar a lê-lo. Vi opiniões bem divergentes a respeito dele, então ainda estou meio receosa. Parece ser interessante, e saber que o final é inesperado me deixou um pouco mais curiosa para lê-lo, pois gosto quando os autores conseguem nos surpreender.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu sempre ouvi muitas resenhas desse livro, e a maioria positiva, mas pelo que vi na sua resenha o livro não é tudo o que falam. Eu gostei da sua sinceridade em relação a personagem principal, pois quando decido ler um livro espero gostar da protagonista. Mas foi bom saber que o final do livro é inesperado, isso sempre da um toque a mais na historia.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro quando un livro é contado da perspectiva de vários personagens pois nks conectamos mais com cada um é entendemos melhor sua oersian mesmo que no caso desse livro eles sejam problemáticos como você citou. A garota do trem está ba minha lista de leituras pois eu adoro um suspense e saber que o final foi imprevisível me motivou ainda mais com a leitura.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Olá, flor ^^
    A primeira vez que ouvi falar desse livro foi no Mochilão da Record ano passado... confesso que fiquei bastante curiosa com a premissa dele, de inicio, mas depois fui perdendo o entusiasmo... as se você diz que a história tem um desfecho surpreendente, me deixou com a curiosidade aguçada novamente...
    tentarei dar uma chance pra leitura...
    bjs...

    ResponderExcluir
  12. Com toda certeza é um livro que leria sem pensar duas vezes, mesmo com a personalidade da protagonista como destacou, confesso que o desaparecimento me fez certos questionamento de interesse, alem de saber como a protagonista ira superar tudo que aconteceu com a mesma.

    ResponderExcluir
  13. Quando vi o trailer do filme fiquei bem instigada com a história por parecer mais obscura do que a sinopse do livro prometia e pretendo ler a obra não sei quando! Nunca li um livro que tenha um personagem tão fraco de espírito e espero que não seja algo que me incomode tanto. Que bom que o livro tem um final que você não imaginou, amo fazer papel de trouxa!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, flor.

    Estou doida pra ler esse livro. Vejo muitas pessoas falando bem da obra e agora lendo sua resenha fiquei mais curiosa ainda. Amei de o final da trama ser imprevisível e espero gostar também. Eu me amarro em tramas pesadas e densas. E o trailer do filme? Vc assistiu? Eu gostei bastante e não vejo a hora de ver o filme.

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?

    Eu vi tantas recomendações positivas que queria ler esse livro, mas agora eu o vejo com uma perspectiva totalmente diferente. Pelo que você descreveu não me simpatizarei com nenhum dos personagens, o que me leva a não gostar tanto da leitura e até mesmo abandoná-la. O tema é bem interessante, pena que os personagens não ajudam.

    A sua resenha ficou ótima, aliás. Obrigada pela dica, mesmo assim ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu sou apaixonada por thrillers, e desde que eu assisti o trailer do filme fiquei muito ansiosa para ler. Parece ser uma história daquelas que você não espera nada do que acontece, e eu sou louca por obras assim. Adoro ser desafiada, como você disse. rs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  17. Hum, esse livro só lendo mesmo pra saber se gosta né? Porque pra vc foi bom, outros amam, e já outros odeiam, mas como gosto de livros de suspense e thriller, tenho bastante curiosidade, tb pq vai sair o filme e preciso ler antes rsrs

    ResponderExcluir
  18. Oi Delmara, eu amo um bom thriller e desde o lançamento desse livro eu tenho uma certa vontade de lê-lo, parece sim ser uma leitura surpreendente e ainda mais por ter esses personagens tão diferentes né? Adorei o modo como você expressou seu ponto de vista!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir