8 de julho de 2018

[Resenha] Codinome lady V - Lorraine Heath

Olá pessoas!
Hoje vou falar um pouquinho sobre o meu mais novo queridinho. Um livro que queria ter lido a bastante tempo e que me prendeu de uma forma que não esperava. Minha experiência foi tão positiva que ao finalizar esta leitura eu mal conseguia segurar a empolgação e o desejo de compartilhar minhas impressões, então é com muita alegria que venho falar sobre ele hoje aqui. Codinome Lady V é o primeiro livro da série Os Sedutores de Havisham de Lorraine Heath, que já possui os três primeiros volumes e um conto, publicados no exterior. A série trás a história de quatro amigos que tiveram suas vidas ligadas ainda na infância, e de suas respectivas ladys. 

Codinome lady V (Falling Into Bed with a Duke)
ColeçãoOs Sedutores de Havisham #01
Autor (a): Lorraine Heath @LorraineHeath
Publicação: Gutenberg
ISBN: 9788582354193 | Skoob
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 256
Minha avaliação: 5/5★
Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação. Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.
Nos últimos anos tenho lido um número considerável de romances de época e encontrei quase sempre nessas histórias, mocinhas que desafiam as convenções sociais e se rebelam contra o sistema. Admito que esta é uma das principais características que me atraem nesse tipo de história, gosto de quando as personagens não se privam de chocar os politicamente corretos que envoltos num manto de hipocrisia oprimem os direitos de terceiros, que ditam regras como se fossem leis divinas, sem se importarem verdadeiramente com o bem estar do outro. E por isso, não poderia ter gostado mais desse livro, Minerva é a principal razão do meu rendimento. Que mulher senhores! A jovem possui uma firmeza em suas decisões que muito me agradou e mais ainda quando percebi que ela foi criada para ser quem e como é.

Em uma época onde a sociedade define como aceitável para as "mulheres de bem" apenas o papel de recatada e submissa, a autenticidade e inteligência de Minerva Dodger são recebidas com certo desprezo pela maioria. Para os conservadores o único atrativo que pode dar a jovem a chance de se casar está na quantia elevada de seu dote, e por isso, mesmo não sendo a "esposa ideal" para os cavalheiros da corte, Minerva vive rodeada de pretendentes, que não passam de nobres falidos que almejam muito mais o seu dinheiro do que sua companhia. Mas ela não deseja apenas um marido que não a quer de fato, um teto e comida na mesa, Minerva quer ser amada, quer ser desposada por alguém que a ouça verdadeiramente e por isto está decidida a não ceder as propostas cada vez mais ridículas que tem recebido. E por ter em mente que esse anseio talvez nunca seja atendido ela resolve ir ao clube Nightingale, onde com a identidade preservada por uma máscara, poderá encontrar alguém que desprovido da polidez social a deseje verdadeiramente, mesmo que por apenas uma noite. Ela só não esperava despertar o interesse do duque de Ashebury, um dos homens mais cobiçados de toda a Londres, que nos salões de bailes jamais lhe dedicou mais que umas poucas palavras educadas. Mas esta noite será diferente, o duque terá a oportunidade de no anonimato conhecer a mulher por trás da máscara e deus o ajude porque ele jamais será o mesmo depois disto.

Acredito que Minerva seja a própria definição de Girl power, forte e decidida, ela não se deixa oprimir por quem quer que seja e trás sempre consigo respostas afiadas que desconcertam até o mais sereno dos cavalheiros. Apesar de ser incontestavelmente uma romântica que sonha com o amor verdadeiro, ela desafia os maiores clichês e não se mostra facilmente impressionável, ao contrário disto demonstra até um certo ceticismo com relação aos homens, não por se achar completamente inferior, mas por ter consciência do jogo ardil que ocorre durante a alta temporada, onde nem sempre os cavalheiros buscam de fato uma mulher para amar. Minerva desafia as imposições da época somente no que diz repeito a sociedade, porque em sua casa ela é amada e respeitada em cada uma de suas nuances.

No que diz respeito ao duque de Ashebury, posso dizer que a autora se esmerou em sua construção. A história de vida de Asher começa triste e tem grande influência em sua vida adulta, mesmo assim ele conseguiu com a ajuda dos amigos manter suas melhores características, o mais velho dos Sedutores de Havisham, não é apenas um viajante boêmio frequentador de cassinos e clubes de mulheres, muito mais que isso o duque é um jovem ferido por uma culpa antiga que não lhe pertence, um fotografo sensível (e talentoso, diga-se de passagem), é um homem com bases comprometidas que conserva em si deveres dos quais do não abre mão. Obviamente essas características não o torna nenhum santo a ser canonizado, ao contrário disso. Ashebury é cheio de falhas e limitações, e como qualquer ser humano na face da terra, também comete erros, mas é a forma que ele lida com seus deslizes que o torna um personagem encantador. No mais, o romance é perfeitamente crível, uma vez que não surge como fumaça sem que, nem pra quê. Apesar da atração instantânea, é possível notar que os sentimentos se desenvolvem de forma gradual, em meio a conversas sinceras, olhares atentos e risos compartilhados, o desejo puramente carnal da lugar a algo mais substancial. 

Codinome Lady V, é um romance que vai além, construído conforme as máscaras e medos vão caindo pelo caminho, trás a luz o puro e simples bem querer. Com um enredo dinâmico e diverto capaz de fisgar e prender por completo este é sem sombra de dúvidas um dos melhores livros do gênero que li este ano. Além de ter me apaixonado completamente pelos protagonistas, também me senti alcançada pelo carisma de alguns personagens secundários, dentre os quais ouso destacar os demais Sedutores de Havisham (Albert, Edward e Locksley) que compõem o quarteto mais popular de Londres. Apesar de previsível a trama proporciona uma leitura agradável e mantém cativo o interesse do leitor, isso por si só já me fez fã da escrita da Lorraine que já neste primeiro contado me conquistou por completo. Ao finalizar está leitura o único arrependimento que me assolou foi o de não tê-la feito antes, então nem preciso dizer que esta é uma história mais que recomendada. Se procura uma obra divertida com abordagens pertinentes aos costumes da época, diálogos irônicos protagonizados por personagens inteligentes e carismáticos, então chega mais porque esse livro foi feito pra você.

13 comentários

  1. Que resenha!
    Eu que nunca tinha pensado na possibilidade dessa leitura, fiquei curiosa. Mesmo que tenha a previsibilidade no enredo, conforme citado, saber que conforme as máscaras vão caindo e os medos ficando de lado, pode se ver a luz e beleza.

    Resenha perfeita. Bem escrita e descrita.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, primeiro de tudo, meus sinceros parabéns por essa resenha simplesmente divina!
    Tenho ouvido muito falar desse livro, mas confesso que não sinto aquele furor para lê-lo. Mesmo ele sendo diferente, o estilo romance de época me deixou um pouco saturada sabe?
    Mais adorei a sua dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu nao dava nada por essa capa, mas quando descobri sobre o que tratava e fiquei completamente apaixonada! Colocar uma personagem feminina, em uma história que se passa em um período tao machista é algo ousado mas que definitivamente vale a pena. Mal posso esperar pra conferir!

    ResponderExcluir
  4. Oie!

    Li esse livro a um tempinho já, e adorei a escrita da autora também, esse mês li o segundo dessa série e já estou super ansiosa para ler os próximos!

    Ótima Resenha!

    Beijos
    Carol
    www.thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Agora que saiu o segundo volume, vou começar a leitura do romance.
    Como é um romance de época, com certeza vou gostar dessa leitura. mas eu não gosto muito de esperar para ler um volume entre o outro, por isso que esperei o segundo.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bom?

    Eu já li esse livro anteriormente e foi o meu primeiro contato com a escrita da autora, eu fiquei encantada com ela! A história é magnifica e sai um pouco do que estou acostumada com romances de época. De fato os personagens secundários nos conquistam também. A história inteira é magnifica, mal posso esperar para iniciar o segundo ♥

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adoro esse tipo de romance com mocinhas espertas, decididas e a frente do seu tempo. Enredo bem desenvolvido e escrita apaixonante.
    Tenho um exemplar desse livro na minha estante e pretendo ler ainda esse ano.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Oi Del,
    Eu li o segundo volume dessa série e me deparei com a Minerva, então, entendo o que você quer dizer com ela ser Girl Power, porque senti isso no livro. Também achei que ela se deu muito bem com o mocinho, espero que eu me encante com esse volume como aconteceu com você e como me senti com relação ao segundo livro.
    Vou super anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Minhas amigas não cansam de recomendar esse livro, principalmente por eu amar romances de épocas, ainda não tive a oportunidade de adquirir o livro, mas estou seriamente tentada a procurar o ebook dele (não tenho certeza se já está disponível) e ler logo, pois cada novo comentário me deixa mais e mais curiosa. Além disso, amo protagonista à frente de seu tempo e que lutam por sua felicidade.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Desde que lançou esse romance já li críticas positivas e negativas a respeito dele. Alguns dizem exatamente o que você disse e outros descontrõem a trama, ao ponto de eu ter incluído a obra na lista de leituras. Quero conferir por mim mesma se a personagem é tão girl pwr assim e ver se a leitura valeu a pena. Porém não sei quando isso irá acontecer. Bexus @prefirolercomcalma

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Sua resenha está muito bem escrita, mas o livro não me chamou atenção, e nem sei explicar o porquê. Mas vai que um dia eu mude de ideia? haha
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Esse romance parece ter personagens bem astutos e um enredo intenso e repleto de surpresas ao longo da história. Já estou bem interessado para saber do desenrolar da trama. Anotado a dica.

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Lendo a sua resenha eu pude relembrar sobre a leitura desse livro e o quanto eu amei. Eu adorei a narrativa e as personalidades de cada personagem, principalmente da Minerva. Eu gostei muito da forma como ela levava a vida, de forma determinada e sem permitir ser de outra forma somente para arranjar um marido. Adorei também como os pais dela apoiavam suas decisões e, é claro, o romance. Foi impossível não me encantar pelo casal e pela forma como o amor deles foi se desenvolvendo.

    Beijos.

    ResponderExcluir