6 de maio de 2018

[Resenha] Como se vingar de um cretino - Suzanne Enoch

Oi pessoal!
Cá estou eu de volta para compartilhar com vocês mais uma história incrível. Esse é o primeiro livro da Harlequin com essa nova configuração que leio e não poderia ter ficado mais satisfeita. Sempre fui apaixonada pelos livros desta editora, que por sinal foram os primeiros que li. Iniciei minha vida literária com os romances de banca e ainda hoje mantenho minha coleção bem guardadinha, e é por esta minha história que me sinto privilegiada por fazer parte desta nova fase da editora e enquanto a Harlequin busca alçar novos vôos eu sigo aqui acompanhando e me deleitando com romances maravilhosos que trazem mais cor e amor a vida de quem se propõe a lê-los. Como se vingar de um cretino é o primeiro livro da trilogia Lessons in love (lições no amor em tradução livre) de Suzanne Enoch, sucesso de vendas no exterior e que vem conquistando seu espaço nos corações brasileiros, no meu pelo menos já tem lugar garantido. Querem saber mais? Então se liga aqui que eu vou contar o que achei dessa trama. 

Como se vingar de um cretino (The Rake)
Coleção: Lessons in Love #01
Autor (a): Suzanne Enoch @SuzieEnoch
Publicação: Harlequin *Cortesia
ISBN: 9788539825967 | Skoob
Gênero: Romance
Ano: 2018
Páginas: 288
Minha avaliação: 5/5★
Era uma vez um notório visconde Dare, que seduziu lady Georgiana Halley e tomou sua inocência para ganhar uma aposta, e agora ele vai ter que pagar. O plano é simples: ela vai usar cada artifício de conquista que conhece para ganhar o coração de Dare, e então quebrá-lo. Mas o olhar do visconde tenta Georgiana a se entregar ao prazer mais uma vez, e quando ele a surpreende com um pedido de casamento, ela se pergunta: esse é mais um de seus jogos, ou dessa vez é amor verdadeiro?
Nem me lembro qual foi o meu primeiro contato com um romance de época, e apesar disto não me permito esquecer o quanto tenho sido feliz lendo livros do gênero. Sendo assim, acho que fica claro o quanto eu sou suspeita para falar a respeito de tais obras, não é mesmo? Mas se acalmem, mesmo em meio a toda a minha paixão consigo admitir que como tudo na vida existem aqueles que seguem o fluxo e aqueles que se destacam em meio a multidão. E este meus caros, é sem sombra de dúvidas um livro que se destaca. Confesso que não esperava, nem mesmo tinha levado a sério a declaração da Julia Quinn - uma autora que admiro muitíssimo - presente na capa, mas ao finalizar a leitura eu não poderia estar mais satisfeita com tudo que se apresentou e o melhor, sedenta pelos próximos livros da série.

Ainda muito jovem Georgina se viu enganada e desonrada por um cretino. Incapaz de revelar o ocorrido ela guardou para si a dor do coração partido e o medo de ser completamente arruinada perante a sociedade, agora no entanto ela decidiu que é chegada a hora de Tristan pagar por suas infames atividades de sedutor e ninguém melhor que ela própria para poder ensinar a ele uma lição mais que merecida, então deixando de lado a antipatia alimentada por anos, Georgie decide dar a Dare uma dose do seu próprio remédio. Porém, estar perto do homem ao qual um dia ela se entregou de corpo, alma e coração pode despertar sentimentos a muito adormecidos, estaria ela preparada para lidar com o poder de sedução do visconde de Dare? Tristan não faz ideia de por qual razão Georgina deixou de tratá-lo com total hostilidade e passou a lhe sorrir, obviamente ela está tramando algo que não lhe será benéfico, mas nem mesmo essa certeza lhe impedirá de aproveitar essa aproximação para se redimir de seus pecados e ter de volta em seus braços a mulher que tanto deseja.

Sabe aquele livro que te prende logo nas primeiras páginas? Pois então, este é exatamente assim. Georgina é uma personagem intensa e dona de si, associo isto ao fato dela ter sido desiludida no passado, por ter autonomia financeira e acima de tudo por possuir uma certa "liberdade" que não era conferida a maioria das damas da época. Claro que ela se mantém fiel aos valores que lhe foram passados durante sua criação e se porta da melhor forma possível diante da sociedade, mas sua família não lhe oprime ou dita cada passo ou decisão que ela deveria escolher e mesmo quando uma ou outra opinião invasiva ameaça tomar forma, ela consegue impor suas preferências. Isso por si só deu um "q" a mais a história. Georgie, sem sombra de dúvidas é o tipo de personagem a frente do seu tempo que não se deixa levar pelas futilidades que são reservadas as damas da sociedade. Inteligente, perspicaz e dona de uma determinação invejável, ela ganhou meu coração e admiração. O visconde felizmente também se encontra fora da margem, na condição de aristocrata falido, ele não possui todo o glamour que sua posição poderia lhe proporcionar, claro que Tristan possui lá seus atrativos e ainda arranca suspiros pelos salões de bailes, mas sua condição lhe torna suscetível a algumas situações, no mínimo desconfortáveis para alguém de sua posição.

Então sim, apesar do status, o Visconde de Dare acaba passando por algumas saias justas e devido a sua condição privilegiada Georgina consegue passar ilesa por situações que a maioria não conseguiria. Devo admitir que tratam-se de acontecimentos em sua maioria sutis, longe de causarem qualquer alarme ou revolução mas mesmo assim me fizeram feliz. Mesmo que por breves momentos e de forma leve, quase imperceptível até, os papéis se "invertem". E embora considere Tristan um ex cretino, que pisou muito na bola no passado mas que agora anda rastejando num charco de lama para se redimir, confesso que me diverti com suas desventuras. A interação do casal, é um presente bem vindo a qualquer leitor que aprecie humor e sarcasmo. É impossível não se divertir com as alfinetadas, compartilhadas entre Dare e George, esse detalhe garante ainda mais leveza a narrativa e consagra uma fluidez incrível a história, tornando impossível interromper a leitura antes do término, o que não chega a ser nenhum grande sacrifício já que o livro é bem curtinho.

Como se vingar de um cretino, é um romance apaixonante, que encanta na mesma medida que envolve, detentor de uma sensualidade sutil, convence sem exageros ou imposições. Trás em seu enredo elementos viciantes que conquistam facilmente o leitor, os personagens além de carismáticos, possuem personalidades agradáveis e bem definidas. A narrativa dinâmica recheada de situações divertidas e por vezes inesperadas atenuam a previsibilidade da história. Este é meu primeiro contato com a escrita da Suzanne e no que depender de mim não será o último, já estou ansiosa pelos próximos livros da trilogia, em especial o terceiro que trará como protagonista um dos personagens mais intrigantes deste volume. E para finalizar não poderia deixar de indicá-lo aos amantes das histórias de época, acredito que não há erro aqui, quem curte histórias do tipo vai se deslumbrar a cada nova linha apresentada. E ouso expandir minha indicação aqueles que querem dar uma chance a tramas do gênero, venham sem receios e desfrutem de uma leitura agradável e espirituosa. 

15 comentários

  1. Oi, Delmara
    Eu quero muito ler esse livro. Gosto demais das obras da Harlequin e esse livro tem ganhado tantas resenhas positivas que somente aumentam a minha vontade em lê-los. Adoro romances de época e tenho certeza que vou me surpreender com esta história.
    Beijos

    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiiii,

    Não conheço uma pessoa que tenha lido este livro é que não tenha achado uma obra espirituosa! A cada resenha eu fico com mais vontade ainda de ler e de poder me apaixonar pelos personagens, para saber como o plano de vingança vai acontecer e como o meio do caminho vai mexer com a história toda. Espero poder conferir em breve.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Delmara, tudo bem?

    Eu amei o livro, a Suzanne hoje é uma das minhas autoras de romance preferida! Amei o casal e os coadjuvantes tb, as tias do Tristan são ótimas rs E realmente é um livro que conquista a gente logo de cara, a história é super envolvente!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem?!
    Apesar de estar vendo muitas pessoas fazendo bons comentários sobre este livro, não fiquei interessada. Não é um estilo que eu curta muito.
    Ando mais na vibe thriller, terror..
    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Del.
    Comecei a ler romances de época há poucos anos e já sou completamente apaixonada.
    Adoro a escrita da autora e estou doida para ler esse livro!!
    Fiquei ainda mais animada em saber que ele é daqueles que prende a gente logo de cara!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  6. Oie, me deu até uma nostalgia em lembrar desses romances de época, minha mãe lia e eu acabei lendo também, isso sem duvidas serviu de incentivo entao assim como voce, a editora também faz parte de mim! Eu li esse romance tem uns dias e ele ainda reverbera em mim, que história magnifica e tão bem escrita, é impossível nao sorrir do começo ao fim.

    ResponderExcluir
  7. Oi Del!

    Tudo bem? Eu li esse romance faz algumas semanas e bateu uma saudade dos personagens lendo a sua resenha... Concordo com tudo o que você disse, a trama realmente me prendeu desde o primeiro parágrafo, a história é desenvolvida sem exageros e o romance convence. A Georgie é uma personagem muito espirituosa e que sem dúvida eu adorei, mas as tias do Tristan? Meu Deus! Minhas favoritas, de longe!

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Del! Gosto muito de romances de época, e sei que vou amar este livro! Vi muitas resenhas positivas sobre ele, e a sua não foi diferente. Gostei da trama que a autora criou, com um casal que se afasta, com algumas mágoas, e que depois se reaproxima com outras intenções e acaba que surge o amor de novo. Adorei! Bom saber que os personagens foram bem criados, e que a ambientação ajuda na leitura!


    Bjoxx ~ http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bom?

    Já li criticas magnificas sobre essa obra e confesso que estou bem empolgada em iniciar essa leitura. Romance de época é um dos meus gêneros favoritos e esse aparenta ser magnifico. Adorei saber que o livro te prende logo nas primeiras páginas e que a narrativa é dinâmica. A dica está mais do que anotada e espero amar o livro tanto quanto você ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bom?
    Eu quero muito ler esse livro! Amo romance de época e esse parece ser espetacular. Amei saber que a leitura foi boa para você e espero que também seja para mim!

    Beijos!
    http://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá ♥
    Que resenha mais maravilhosa!
    Acabei de ler essa maravilha e eu não queria largar de jeito nenhum é uma história maravilhosa. Me divertir horrores com esse casal e achei a Georgiana uma mocinha maravilhosa e até mesmo fora dos esteriótipos dos romances de época.Assim como você se depender de mim o que essa autora lançar sempre estará na minha lista de leituras. Não vejo a hora dela lançar o livro do Robert. Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Amo a escrita dessa autora. Enredo leve, personagens apaixonantes e bem desenvolvidos. Suzanne Enoch me encanta com seus romances de época e me vi torcendo para o casal encontrar seu felizes para sempre e mal posso esperar pra ler mais dessa autora.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Oi.
    Li esse livro faz pouco tempo e amei também. Pensei que nada me faria gostar de um persoagem que tirou a virgindade de uma moça para ganhar uma aposta, ainda mais em romance época, mas estava enganada.
    E também estou mais ansiosa pelo terceiro volume, para saber direito o que aconteceu com o irmão dele.
    Adorei a resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oiee Delmara ^^
    Eu sou apaixonada por romances de época, mas li dois contos da Suzanne (os dois foram publicados nos livros da série Lady Whistledown, com a Julia Quinn) e não gostei muito. Na verdade, foram os únicos que não gostei. Então eu não sei se arriscaria ler um livro completo dela, pois tenho medo de me decepcionar.
    Mas fico feliz em saber que a história te envolveu já desde o início, saber que possui momentos divertidos e outros apaixonantes me deixou um tiquinho curiosa... quem sabe um dia.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá Delmara,
    Eu nunca li nada dessa autora, mas leria esse livro, sem dúvidas, pois eu gosto muito da forma como seus personagens parecem ser construídos e a história também. Um ponto muito interessante que você falou que esse livro causou foi ele ter conquistado logo no começo. Espero que o mesma aconteça comigo, pois será minha próxima compra.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir