Resenha #198 Encrenca - Non Pratt

sexta-feira, junho 24, 2016

Oi pessoal!

Estão preparados para conhecer um juvenil super interessante? Então chega mais, porque Encrenca de Non Pratt possui vários aspectos relevantes a serem considerados e quero dividi-los com com vocês.


Titulo: Encrenca
Autor(a): Non Pratt
Editora: Verus
Ano: 2016
N° de páginas: 307
Quando o colégio inteiro descobre que Hannah Sheppard está grávida, ela tem um verdadeiro colapso. E quem está ao seu lado é Aaron Tyler, um aluno novo e o único garoto que não parece ter segundas intenções em relação a ela. Desejando compensar seus erros do passado, Aaron toma uma difícil decisão: ele se oferece para fingir ser o pai do bebê. E, temendo revelar quem é o verdadeiro pai, Hannah aceita. Encrenca é a história de dois jovens que estendem a mão um para o outro quando todas as demais pessoas parecem lhes dar as costas. Em um período marcado por perdas, arrependimentos e esperança, os dois vão descobrir que nada se compara a encontrar o seu primeiro melhor amigo de verdade.
Hanna leva uma vida desregrada, e em meio a noitadas, bebedeiras e sexo casual, ela passa a ser considerada a garota fácil do colégio, mas sua beleza e desenvoltura lhe conferem um certo status, mesmo que em boa parte negativo. No auge dos seus quinze anos ela se descobre grávida e para piorar a situação, o nome do pai da criança deve se manter oculto, pelo menos por hora. E é assim que Aaron entra de vez na vida de Hanna, o garoto reservado, vê no infortúnio da colega de turma a possibilidade de redenção. O jovem trás marcas profundas, originadas por erros cometidos em seu passado, e na tentativa de viver uma nova história e superar a culpa gigantesca que carrega consigo, ele decide ajudar a Hanna, autodeclarando-se pai da criança que ela espera. O que ambos não imaginavam é que a aproximação necessária para que o plano funcione, lhes apresentariam uma amizade verdadeira e bem vinda a ambas as partes.

Desejei ler esse livro desde a primeira vez que li sua sinopse, primeiro porque sou fã de livros e histórias juvenis e segundo porque sentia que esse trazia elementos realísticos e que merecem atenção. Ciente de que a gravidez na adolescência tem se tornado cada vez mais comum, decidi descobrir por conta própria o quão fundo o Non foi com essa temática. E felizmente posso afirmar que o assunto foi abordado tal como deveria. A história de Hanna poderia não ser uma ficção, enquanto lia esse livro senti claramente que ela poderia ter sido facilmente baseada na história de uma adolescente real, não apenas devido as questões descritas, mas principalmente porque o autor não ousou romantizar o dilema. Não me levem a mal, sou apaixonada por romances, mas apesar disso acredito que certos temas devem ser tratados, da forma o mais verídica possível, mesmo tratando-se de uma ficção.

E é exatamente isso que o autor faz, os dramas são narrados como o tapa na cara que eles são, afinal descobrir-se grávida aos quinze anos e cursando o colegial não é o sonho de nenhuma garota, por mais inconsequente que ela possa ser. Além disso, Hanna teve que lidar com o bullying virtual, outra questão bem atual, abordada com propriedade. Claro que não poderia faltar nesse dramalhão adolescente, a incompreensão e em parte a não aceitação familiar, a exclusão do antigo ciclo social, os medos e inseguranças que uma situação inesperada desencadeiam e por fim as dificuldades de adaptação a uma vida incerta e assustadora. Todas essas situações descritas do ponto de vista de uma adolescente desestruturada, foi algo no minimo interessante de se ler.

Soma-se a isso um adolescente quebrado, mas extremamente prestativo e dedicado as causas a que se propõe, e teremos uma trama cativante para desfrutar. Aaron trás um segredo que só temos acesso pouco antes do final do livro, mas que apesar de despertar certa curiosidade e nos fazer tentar algumas teorias, não chega a tirar nosso sono. O tal segredo funciona como a peça que está faltando no quebra-cabeça que é o passado recente de Aaron (cerca de um ou dois anos atrás), quando ele vivia outra vida, em outra escola. Essa marca que ele carrega é uma das principais motivações que possibilitam a aproximação entre o filho do professor de história, com futuro promissor e outrora popular e bem relacionado Aaron e a garota cujo ciclo de amizade é deveras mal frequentado, "rodada", negligenciada pelo pai e por vezes desobediente Hanna. Foi gratificante perceber duas vidas distintas se entrelaçando e transformando seus respectivos protagonistas. Não posso dizer que Hanna foi a solução completa para os problemas de Aaron e vice versa, mas posso afirmar que um foi a tábua que o outro necessitava para se manter na superfície de um mar revolto repleto de dor, culpa e arrependimentos.  

Encrenca se mostrou uma história que vale a leitura, e ouso recomendá-lo para todos sem exceção, no final das contas não trata-se apenas da história de dois adolescentes que se encontram e se ajudam, mas de dois amigos que compartilham seus dramas com todos aqueles que se dispõem a parar algumas horas pra lê-los. Essa pode não ser a narrativa de um   amor épico que lhe arrancará muitas lágrimas, mas certamente é um livro que pelo menos despertará questionamentos e reflexões.

|| Skoob || Compare e compre: SubmarinoSaraivaAmazon || Gênero: Jovem adulto, romance ||

Confira Também

16 comentários

  1. Oi Delmara,
    Quero muito ler esse livro, especialmente porque sou apaixonada por leituras juvenis, e essa história parece ser muito interessante. Só leio comentários positivos a respeito e é claro que seus comentários também estão bem motivadores. É ótimo saber que há reflexões nessas páginas. Com certeza espero adquirir o meu exemplar o quanto antes seja possível. Obrigada pela recomendação <3

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Delmara,

    Minha colaboradora leu esse livro e gostou bastante. Eu também achei ele interessante, é uma pena não ter mais o exemplar comigo, se não leria pra ontem. De qualquer forma, eu concordo que seja uma tema que é bem recorrente na sociedade, mas que ainda há muito preconceito e tabu e esse livro vem para nos dar uma lição de moral, eu acredito, sobre cumplicidade, amor e companheirismo. Espero muito ler ainda esse ano. Achei a capa muito fofa, aliás. <3

    haha beijos =)

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    De início eu não esperava muito deste livro, mas ele me surpreendeu bastante. A autora conseguiu me encantar com os personagens (apaixonantes, por sinal, e eu quase chorei com o final ♥) e com a história, é um dos livros mais fofos e incríveis que eu já li, e assim como você, recomendo para todo mundo \0/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá Delmara,
    Que história é essa? Ainda não conhecia esse livro e achei a premissa nem interessante. Nunca vi nada parecido acontecendo, de gravidez na adolescência, mas sempre acompanhei na TV e com amigos que conheceram meninas que passaram por isso. Gostei muito de saber que os protagonistas se ajudaram e que essa é uma história sobre compartilhamento de dramas.
    Com toda a certeza vou ler esse livro, pois aproveitarei muito a leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Eu acho a capa desse livro bem bonitinha e só olhando por ela não dá para se imaginar o que tem nas páginas dele. Eu achei o enredo muito interessante e com certeza é um alerta para tais problemas e questões. Gostei de ver a sua resenha e saber o que você achou da obra. Eu ainda não li mas estou curiosa.

    ResponderExcluir
  6. Pela capa do livro, eu deixaria a dica passar fácil, mas sua resenha me deixou mega curiosa em relação a varias coisas. Gostei desta coisa de dois adolescentes trazendo conteúdo pra trama e o fato de você o recomendar para todo e qualquer leitor, me animou mais. Espero poder ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Delmara!
    Eu me encantei com esse livro logo de cara, por causa da capa, e fiquei ainda mais encantada com a trama, pois adoro histórias desse gênero e essa parece ser linda, apesar de todas as dificuldades pelas quais a protagonista passa, e singela. As resenhas que tenho lido só confirmam isso e como consequência estou cheia de expectativas para essa leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Capa bem bonita! O enredo parece nos fazer refletir e passar algumas lições. Gosto de leituras assim.
    Livros com temas polêmicos sempre me agradam. Quero ler logo. Obrigada por compartilhar a dica conosco!

    Beijinhos....
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Nao conhecia mas quero ler em breve!! Achei uma historia bonita... Ate gostei da premissa...! :)

    Bem, nao achei algo de extraordinario, mas sim um livro calmo que nos arranca algumas reflexoes..! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Quero muito ler esse livros. Gosto de YA e o tema abordado é bem interessante. Gostaria de ver como o autor tratou a gravidez na adolescência. Sem falar que adoro narrativas marcadas por dramas e problemas.
    Gostei muito da sua resenha. Clara e com informações essenciais. Me convenceu!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Oii
    Como assim eu ainda não sabia da existência desse livro??? Amei a premissa.
    Faz tempo que não leio um jovem adulto e sinto mta falta, mas não estava achando um livro do gênero que me agradasse.
    Os temas abordados no livro são, como você falou, bem atuais. Conheço algumas meninas que engravidaram bem novinhas e sei o quão difícil é esse período.
    Com certeza vou ler esse livro. Obrigada pela dica <3

    ResponderExcluir
  12. Cheguei a ler algumas outras resenhas desse livro e, apesar de ser uma boa história, ainda não me fisgou por completo. O problema não é só ser um romance juvenil, é ser um romance juvenil semi-batido, mesmo que desenvolva de uma forma diferente (mas acho que a culpa maior é minha por não ser muito fã de romances). Ok, não vou dizer que não leria o livro pq seria mentira, leria sim, porém não brevemente. Seu texto ficou muito bom! bjs! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curte aí!

    ResponderExcluir
  13. Oiii!!

    Eu não conhecia o livro gente!!!
    Primiera resenha que li para o livro. Acho que nesses estilo é muito dificil você ser original e clichês não são problemas, mas quando o autor sabe trabalhar e se torna especial.
    Gostei da sua resenha. Simples, bem escrita... Parabéns!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Eu havia adicionado esse livro a minha lista de leitura, eu li uma resenha negativa sobre ele e me despertou o interesse, sua resenha apenas aumentou minha vontade de ler! Eu gostei bastante da premissa do livro, adoro livros que nos fazem refletir sobre as relações na nossa vida! Adorei sua resenha! Parabens!

    ResponderExcluir
  15. Oii, tudo bem?
    Eu estou apaixonada na sua resenha! Sabe quando você começa a ler uma sem nenhuma expectativa, e depois que termina sente a necessidade de ler o livro? Isso aconteceu agora. Eu adorei o modo como desenvolveu a historia e os personagens, e adorei saber que o autor não romantiza tudo como a maioria. Com certeza esse livro está no topo da minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, achei a capa dele tão fofa *-*
    Achei bem interessante o tema gravidez na adolescência ser abordado, acho que nunca li nada em que este fosse o tema, pelo menos que me lembre.
    Gostei do fato do tema ter sido tratado como deve, e não ter sido romantizado e já vou seguir sua recomendação. Lerei assim que puder.
    Bjs

    ResponderExcluir