10 de agosto de 2018

[Resenha] A louca dos gatos - Sarah Andersen

Olá personas!
Não sei se vocês notaram mas esse ano as HQ's estão meio escassas por aqui. Estou tentando diversificar o conteúdo da melhor forma possível e mesmo assim algumas coisas acabam me escapando, mas não se preocupem porque hoje estou trazendo essa gracinha para compensa-los pela ausência prologada dessas histórias tão queridas. Além disso, eu já estava super, hiper, mega interessada nas coleções da Sarah Andersen, o que torna essa iniciativa ainda mais especial. A louca dos gatos é o terceiro volume da coleção Sarah's Scribbles da cartunista, fenômeno de público nas redes sociais, Sarah Andersen. Acredito que hoje em dia não exista uma única pessoa que seja ativa na internet que não tenha visto alguma coisa da Sarah, o que me leva a crer que você sabe bem do que eu estou falando. Caso eu esteja enganada, não tem problema, é só seguir lendo para descobrir mais sobre a rainha do sarcasmo.

A louca dos gatos (Herding Cats)
Coleção: Sarah's Scribbles #03
Autor (a): Sarah Andersen @SarahCAndersen
Publicação: Seguinte *Cortesia
ISBN: 9788555340567 | Skoob
Gênero: HQ
Ano: 2018
Páginas: 112
Minha avaliação: 4/5★
A terceira coletânea da cartunista Sarah Andersen traz novas tiras que retratam os desafios de ser um jovem adulto num mundo cada vez mais instável. Os quadrinhos de Sarah Andersen são para todos que precisam lidar com níveis de ansiedade cada vez mais alarmantes, que sentem que o mundo está à beira do colapso e que se esforçam para sair ao menos um centimetrozinho da zona de conforto. Ou seja, é basicamente um manual de sobrevivência para os dias de hoje. Além de suas tirinhas sagazes e encantadoras, a autora, que já reuniu mais de 2 milhões de fãs no Facebook, traz também ensaios ilustrados com dicas para os artistas aspirantes aprenderem a lidar com críticas, ignorarem os trolls na internet e não desistirem de mostrar seu trabalho.
Já faz um tempo que acompanho de forma despretensiosa as tirinhas da Sarah nas redes sociais, e embora não conheça seu trabalho profundamente sempre tive uma boa impressão de tudo que vi. Admito que logo de cara estranhei os traços da artista, a garota desgrenhada, de olhos gigantes e "movimentos" exagerados, não me atraiu muito no inicio, mas as tiradas divertidas, o humor ácido e direto me fizeram dar uma segunda olhada e quanto mais eu lia mais me reconhecia nas abordagens da Andersen. Foi tão fácil me enxergar na leitora compulsiva, que prefere gastar com livros a qualquer outra coisa, ou na garota cujo cérebro não sabe como diferenciar um personagem fictício de uma pessoa real e os ama da mesma forma, e quem nunca confirmou que todos os botões do fogão estavam desligados, mas ao sair de casa foi pego pela paranoia de que poderiam estar ligados? Essas são apenas algumas dentre as tantas situações retratadas com as quais me identifiquei, então quando soube da existência de livros que reuniam várias dessas tirinhas, foi natural querer saber mais a respeito. 

Em um compilado divertido, Sarah aborda as mais diversas situações cotidianas, o que aliás já é uma espécia de marca registrada da ilustradora. Além das já costumeiras sátiras a rotina diária de jovens que estão se adaptando a vida adulta e as ansiedades que esse processo acarreta, os quadrinhos trazem a perspectiva da autora sobre o peso que a internet tem sobre rotina geral dos indivíduos, mas não apenas isso, de forma cômica mas nem por isso menos sincera ou real, Sarah retrata questões óbvias porém pouco discutidas sobre a vida virtual. Quem nunca presenciou ou quem sabe teve conhecimento do cyberbullying? A cada dia que passa os ataques praticados na rede estão mais comuns e até onde se sabe não há muito que se possa fazer para controlar isso. Estar online proporciona uma série de coisas maravilhosas mas também te deixa vulnerável as hostilidades gratuitas de alguns. Nessa coleção vemos a cartunista trazer a luz alguns efeitos que esses ataques podem desencadear. E em contrapartida nas últimas páginas existe um guia de sobrevivência para jovens criativos/artistas, com o intuito de incentivar este público específico, mas não exclusivamente, a seguir produzindo apesar das críticas.

A louca dos gatos, vai muito além do que eu poderia esperar. Estou ainda mais encantada com o trabalho da Sarah. Com traços marcantes e de forma simples ela aborda todo tipo de assunto, desde os mais importantes até os mais bobos, é uma mistura espirituosa que entretém ao mesmo tempo que levanta questionamentos e desperta reflexões. Já ouviram aquela frase "por trás de toda brincadeira existe um pouco de verdade"? É exatamente assim que vejo os quadrinhos dessa artista, e não posso negar que essa é uma das características que mais me agrada. Dotada de uma ironia certeira, um bom humor bem vindo e uma visão afiada, Sarah Andersen mais uma vez faz jus a fama que tem. E para finalizar, é claro que eu não poderia deixar de registrar aqui o quanto o trabalho gráfico desse livro está maravilhoso, mais um show de qualidade protagonizado pela equipe editorial do grupo companhia das letras. Enfim, super recomendo para os que já acompanham a Sarah e para aqueles que buscam uma leitura rápida e divertida perfeitamente capaz de despertar reconhecimento.

Nenhum comentário

Postar um comentário