24 de junho de 2017

[Fora dos livros] O espaço entre nós

Hey peoples!
Já faz um tempão que estou querendo assistir esse filme, mas como não sou lá muito adepta de frequentar as badaladas salas de cinema da minha cidade (odeio o frio e o barulho que os mau educados fazem), costumo esperar sair em dvd ou a deusa do streaming disponibilizar. Nesse caso, já está disponível na Netflix, a deusa supracitada, então corre para conferir porque o filme é muito, mas muito amorzinho mesmo. Ah! Só um adendo breve, quando resolvi comentar sobre filmes e séries aqui no blog, tinha em mente falar apenas sobre as adaptações literárias, nunca passou pela minha cabeça mudar o perfil exclusivamente literário do blog, mas acabou de acontecer pessoal, não foi proposital nem nada do tipo, eu apenas gostaria de poder compartilhar com vocês essas minhas outras boas descobertas, apesar disso o foco principal é e sempre será os livros.

THE SPACE BETWEEN US
Lançado: 30 de março de 2017
Duração: 2h 01min
Elenco:  Asa Butterfield, Britt Robertson, Gary Oldman
Gênero: Romance
Avaliação: 4/5 🎬 

Uma equipe de astronautas embarca em uma viagem futurista em direção a marte, o objetivo é provar que o planeta vermelho é habitável, porém algo inesperado acontece, durante o percurso a comandante da tripulação se descobre grávida e dá a luz ao chegar no destino em questão. Diante da impossibilidade de um bebê suportar a viagem de volta a terra e do impacto negativo que esse deslize causaria ao projeto, Gardner é criado em segredo em solo marciano durante dezesseis anos. Já na adolescência o garoto extremamente inteligente e curioso, sente a necessidade de encontrar o pai que nunca conheceu, conhecer a terra e finalmente viver o amor ao lado de Tulsa, a garota por quem desenvolveu uma grande amizade e com quem se comunica pela internet. A partir desse desejo tem inicio uma das histórias espaciais mais românticas e emocionantes que já assisti na vida. Preciso deixar registrado que diferente do que pode-se imaginar o enredo não foca no elemento ficção científica, o que me agradou bastante já que sou do tipo que curte um bom romance adolescente, então acredito que o longa irá agradar muito mais aos românticos que estão em busca de um drama leve e envolvente do que os amantes de tecnologias e histórias espaciais bem elaboradas. Então se a sua vibe é suspirar enquanto se encanta com uma trama apaixonante, chega mais e vem conhecer as batalhas diárias de Gardner e Tulsa em O espaço entre nós.

Antes de começar a falar sobre as minhas impressões recomendo que dê um atençãozinha para essa playlist maravilhosa, como trata-se da trilha oficial também estão inclusos os efeitos sonoros da trama (super calmantes), e admito que não são muitas as músicas cantadas disponíveis, mas da pra curtir bastante, principalmente se você gosta de relaxar ouvindo instrumental. 

Destaque especial para Need the sun to break, que acabei de descobrir e já amo EVER.

Sabe aquele ditado "A grama do vizinho é sempre mais verde"? Eu acho que ele descreve bem o conflito principal do filme. Gardner quer desesperadamente ir para a terra e não estou dizendo que esse desejo seja leviano, na verdade é até bem fundamentado. Ele vive em uma estação espacial, cercado por tecnologia e cientistas, mas apesar do carinho que ele recebe da equipe existe a sensação pulsante de que algo importante lhe é negado, primeiro ele não faz ideia de quem seja seu pai e deseja desesperadamente conhecer pelo menos este familiar, já que não teve a oportunidade de estar com a própria mãe que morreu devido a complicações durante o seu parto. Segundo, existe Tulsa a garota por quem ele acredita estar apaixonado e deseja encontrar pessoalmente, e terceiro mas não menos importante está a terra, o planeta no qual deveria ter nascido, onde sua mãe viveu e que ele conhece apenas de imagens e relados, o planeta azul parece deslumbrante aos olhos daquele que nunca o viu (aquele negócio da grama que falei) e Gardner não poupa esforços para cumprir seus pequenos grandes desejos.


Como disse anteriormente não sou do tipo que curte ficção científica, então não vou focar nesse tipo de abordagem, até porque pouco me atentei aos detalhes tecnológicos da história e a meu ver, pelo menos nesse filme eles não fazem grande diferença no drama em si. Por outro lado posso tranquilamente discorrer sobre o quão a interação entre Tulsa e Gardner é cativante, eles são notadamente dois opostos que se completam, ela uma garota criada em lares adotivos que se mostra insatisfeita e revoltada com os rumos que sua vida vem tomando, e ele extremamente gentil com uma natureza que beira a inocêcia, nunca teve nenhuma oportunidade de interagir com garotos da sua idade, afinal ele sempre foi o único bebê, a única criança e por consequência o único adolescente em marte. Então, quando a oportunidade de finalmente conhecer a terra surge, Gardner não se importa em driblar a equipe de cientistas que cuidaram dele desde o nascimento e ao lado de Tulsa embarca em uma aventura rumo ao encontro do seu verdadeiro pai, no caminho ele não se priva de aproveitar cada sensação despertada pelo novo. Esse fato em especial abriu meus olhos para algo básico que costumamos esquecer em meio a rotina diária, ver esse garoto descobrindo e apreciando as pequenas coisas a que temos acesso e não valorizamos como se deve, foi importante. Enquanto ele sentia a chuva ou via o mar pela primeira vez e se apaixonava gradativamente pelas belezas que habitam nosso planeta eu consegui redescobrir dentro de mim, esse amor adormecido por nossas bençãos divinas.


Ambos personagens são fortes e determinados, se entregam por inteiro nessa busca louca e detalhe, com a NASA atrás deles, preciso dizer que esse ponto específico ficou meio fantasioso, já que os agentes responsáveis por encontrar os jovens estavam sempre alguns minutos atrasados e nunca conseguiam pegá-los, mesmo sendo vários profissionais contra dois adolescentes sem muitos recursos, mas admito que isso nem me incomodou muito. Em um conjunto geral esse é bom filme para se distrair e passar o tempo, um romance bonitinho com um leve toque cômico, um mistério bem previsível, eu pelo menos não tardei a desvendar. A abordagem referente a ficção científica é bem superficial, cumprindo muito bem o papel de plano de fundo, não sei se foi essa a intenção dos produtores, mas foi assim que consegui enxergar toda a trama. Enfim, é um bom filme para se desfrutar sem grandes expectativas.

23 comentários

  1. Ola
    Adorei poder conferir sua indicação sobre o filme. Eu já assisti e fiquei encantada pela história, pela atuação dos personagens, pela mensagem repasada, enfim, achei ótimo mesmo, tanto que já conferi duas vezes. É otimo perceber como os personagens se entregam mesmo, a coragem de ambos é muito determinante no contexto. Vale super a pena conferir né?!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi Del, muito boa sua crítica, ainda mais que vc falou de um filme que vc gostou. Adorei suas impressões e irei na Netflix assistir, aproveitando as minhas férias. Obrigada pela dica, Bjs.
    Tell me a Book

    ResponderExcluir
  3. Olá! Legal que ambos os personagens são fortes e determinados, além de se entregar por inteiro a loucura da trama. Bom que não incomodou essa fantasia dos agentes está sempre atrasados. Que bom que no conjunto você achou um bom filme. Beijos'

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Amei sua resenha!
    Não sou muito fã de ficção científica, assim como voce, mas, algo nesse filme me agradou muito! Fiquei com bastante vontade de assistir e vou anotar pra ver depois...
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Gosto de ficção científica, mas confesso que se esse filme não me chamou atenção, mas quem sabe uma hora que não tenha nada pra fazer dê uma conferida nele lá na Netflix? Até porque mesmo não tendo gostado tanto da trama, ter esses atores já faz valer o tempo assistido, haha.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  6. Sou muito fangirl do Asa e só telo no elenco já me deixa com a expectativa lá em cima para conferir o filme.Gostei da forma como você elogiou os personagens e a forma como se entregam e isso com certeza vai me agradar bastante.
    Amei a dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Gosto de filmes com toques de ficção científica, mas ainda não conhecia este.
    Pelo que pude notar no seu post, acredito que gostarei bastante do enredo e dos personagens, mas ao contrário de você talvez eu olhe um pouco mais para a parte tecnológica heheheh.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?

    Esses dias mesmo vi esse filme na Netflix e fiquei com vontade de assistir. Gostei muito de saber mais um pouco sobre ele. Quero muito ver é essa busca dos protagonista e como vai se desenvolver tudo, pelas fotos acho que escolheram bem os atores, eles tem cara que atuam bem juntos.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  9. Olá Delmara,
    Ainda não conhecia esse filme, mas fiquei muito curiosa para ler, pois a premissa dele chamou minha atenção. Gosto quando os pontos de partida são essa coisa de "A grama do vizinho é sempre mais verde". Também achei bacana a construção dos personagens.
    Vou, sem dúvidas, anotar a dica e espero curtir.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Eu não conhecia o filme, mas olhando pela capa não podia imaginar a grandeza do enredo.
    A premissa é muito interessante.
    Achei bacana você falar sobre a construção dos personagens é algo que me atrai muito. Um toque que ficção científica não faz mal a ninguém,amei a resenha beijos !

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Vi esse filme na Netflix ontem e fique muito na dúvida se assitia ou não, por achar que não funcionaria para mim deixei passar e hoje lendo sua resenha me encontro BEM arrependida. Pelo que você descreveu parece ser um filme que me agradará muito e já fiquei curiosa. Gostei muito da sua resenha e parabéns pelo blog.

    Beijos e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  12. Delmara, olá! adorei sua dica! já havia percebido esse filme no catálogo da Netflix, mas só me atentei para o enredo depois que descobri seu texto. aaahh... você trouxe mais luz a ele compartilhando a trilha sonora... eu amo cinema e música... e estou aqui comentando o quanto adorei tudo ao som de uma das lindas canções que fazem parte do filme. até logo mais! beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Delmara

    Eu quero muito assistir a esse filme e fiquei toda animada quando vi disponível na Netflix. Ela colocou muito rápido dessa vez. Eu adoro a Britt e acho a proposta do filme muito interessante, ainda mais por fazer a gente pensar e dar valor aquilo que temos, né? Vou ver assim que tiver um tempinho.

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi! Primeiramente não se preocupe, mesmo o foco do blog sendo livros, não há mal algum de dar dicas de filmes que são bons e podem agradar! Eu realmente não conhecia esse filme e achei bem interessante porque eu sou apaixonada por romances, então me deixou bem curiosa e desejosa para conhecer essa história. E fiquei ainda mais feliz porque tem no Netflix, então poderei assistir sem problemas e pretendo fazer em breve, hoje acho que não consigo porque estou cheio de coisas, mas amanhã vou ver um tempinho para assistir e espero gostar assim como você! Obrigada pela dica, mal posso esperar para assisti-la debaixo do meu lençol quentinho <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Imagino que esse filme deva ser bem levinho mesmo de assistir.
    No começo de sua crítica imaginava que seria um filme mais sci-fi e tals, mas pelo jeito eles optaram por levar o filme em um romance adolescente meio bobinho e tals.
    Ultimamente não estou na vibe de ver esse tipo de filme, mas quem sabe um dia ^^

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Adorei a dica, esse filme é muito a minha cara.
    Adoro essa atriz, e não tenho dúvidas de que seja um ótimo filme.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Ai que bom ver esse filme por aqui, tinha me esquecido dele. Vi o trailer quando fui no cinema há umas semanas e me lembro de ter gostado bastante da trama, fiquei ate de ir ver o filme no cinema. Acabou que eu esqueci dele, por isso estou bem feliz em ver essa indicação. Graças a Deus existe uma senhora chamada Netflix, não é? O que seria de nós sem ela? Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu sou muito fã de ficção científica, então quando vi que o filme se tratava disso fiquei super animada para conferir, mas saber que essa abordagem científica é bem superficial desanima um pouco. Mas gostei muito do romance entre as personagens e parece ser realmente um filme gostosinho de assistir.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?
    Gostei muito da premissa do filme, não sei como não o tinha visto antes pois amo essa atriz!
    Adoro filmes que nos transpassam uma mensagem, principalmente de dar valor ao que temos e conquistamos.
    Adorei a dica, um beijo.

    ResponderExcluir
  20. Olá! Tudo bom?
    Soube desse filmes mas nunca me interessei realmente pensei que fosse aquelas histórias bem cliches. Adorei saber que eu estava enganada e que o filme passa essa mensagem de valorizar o que temos é o que conquistamos. Excelente indicação!

    ResponderExcluir
  21. Olá. tudo bem?
    Apesar de não curtir muito esse universo da ficção cientifica, mas amei a composição geral desta historia. O filme traz um romance bem diferente e apaixonante. Ainda não o tinha visto no Netflix, as depois dessa sua resenha e dica vou correndo buscar assistir. Um filme assim, merecia uma divulgação bem maior.

    ResponderExcluir
  22. Vi recentemente que esse filme entrou na netflix e fiquei com muita vontade de assistí-lo, o que pretendo fazer em breve. Então para evitar spoilers, não me aprofundei muito em sua resenha.

    Gosto muito desse ator, já vi outros filmes dele que me agradaram bastante. E é engraçado perceber isso, que as vezes só fazemos a coisa e lá está ela, haha! Sem nem percebermos.

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  23. Olá! Nossa, porque eu ainda não havia ouvido falar dessa historia? Vou ali na Netflix assistir AGORA MESMO! Adoro dramas espaciais, adoro romances, adoro ficção científica e AMO o Asa Butterfield. Ele é um ator extraordinário que ainda não me decepcionou nem um pouco. Com certeza vou aceitar sua dica e vou assistir esse filme.
    Continue dando dicas de filmes assim, é ótimo saber do que você gosta e indica nas outras formas de arte também.
    Beijos!

    ResponderExcluir