Capa nacional: Para Sempre minha

terça-feira, maio 24, 2016

Oi pessoal!

A Ed. Arqueiro liberou a capa de Para sempre minha (You Were Mine), o nono livro da Série Rosemary Beach da autora norte americana Abby Glines, que tapará a lacuna que existe na história de Tripp e Bethy, revelando o que houve entre ambos cinco anos atrás e que culminou nos personagens quebrados que conhecemos. Atendendo a pedidos, o livro trará a imagem da capa original e tem lançamento previsto para julho.


Após sermos bombardeados por inúmeras informações fragmentadas, nos livros anteriores e ficarmos com a pulga atrás da orelha por tempo demais, Para sempre minha promete revelar finalmente o que houve entre Tripp e Bethy. Entendam o que está por vir.

Aos olhos dos playboys ricos que frequentam o Clube "Kerrington Country Club", em Rosemary Beach, Tripp Newark é um herói. Sob a pressão de seus pais para se tornar um advogado e levar uma vida conservadora de classe alta, Tripp desapareceu da cidade há cinco anos para viajar pelo mundo, perdendo a oportunidade de herdar milhões. No entanto, poucos sabem do que ele estava realmente fugindo. Bethy Lowry já era quebrada muito antes de seu namorado se afogar em uma correnteza tentando salvá-la depois que ela bebeu demais - de novo. Para uma garota que mora em um trailer trabalhando como a garota do carrinho entre os consumidores ricos de Kerrington Country Club, Bethy foi sempre impressionável. Mas cinco anos atrás, antes de ela ganhar sua reputação como alcoólatra e de garota fácil, ela havia passado um único verão com Tripp Newark que mudou sua vida para sempre.
Devido o alvoroço causado pelos fãns da série, que rejeitaram as opções iniciais de capa para esse livro, a editora responsável pela publicação no Brasil resolveu ceder e optou por utilizar a imagem da capa original. Embora não estejam completamente satisfeitos, os leitores de Rosemary Beach tiveram seus ânimos acalmados por essa decisão. Claro que a editora colocou seus designs para trabalhar e realizou mudanças, algumas nada sutis, exemplo disso é a tatuagem no ombro/braço do modelo.

Capa original e capa nacional respectivamente

Eu particularmente não vejo nada demais nessa capa, embora a prefira em detrimento as primeiras escolhas da editora. O resultado final da capa nacional ainda não ficou 100%, já que as fontes do título não estão em sintonia, talvez seja só implicância da minha parte, já que estou tão acostumada com as fontes da capa original, e a partir do momento em que teremos a mesma imagem fica ainda mais difícil evitar as comparações, né? Mas como sei que é impossível agradar a todos e também sei que  muita gente amou, vou me resignar, que seja essa capa e que julho chegue logo.

Confira Também

1 comentários

  1. nunca li nada da autora, mas pelo visto essa série é bem famosa e ela não tem medo de criara enredos diferentes!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir