Resenha #154 Amor Sem Limites - Abbi Glines

quinta-feira, outubro 16, 2014

Finalmente o desfecho da série Sem limites, estão todos preparados para saber o que Abbi Gline reservou para o casal Rush e Blaire?? Quem acompanhou o drama sem fim do livro anterior, não pode perder o que esse livro reserva. Então confiram a resenha.

Título: Amor Sem Limites (Sem limites #03)
Autor(a): Abbi Glines
Editora: Arqueiro
N° de Páginas: 192
Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.

Blaire e Rush finalmente estão prestes a se casar, após infinitos contra tempos, a relação dos dois parece finalmente ter se solidificado e a chegada iminente do herdeiro Finlay coroa a felicidade de um dos casais mais instáveis de Rosemary Beach. A chegada inesperada de Dean Finlay, o astro do Rock e pai de Rush, trás a tona a avalanche de problemas que está sendo causada por Nan e mais uma vez Rush será o responsável por apagar o incêndio causado pela meia irmã desequilibrada. Na tentativa de mediar a paz entre Nan e seu pai biológico, Kiro, Rush porá em risco as pessoas que ele mais ama no mundo e desencadeará uma série de dúvidas a cerca de suas prioridades.

O desfecho tão aguardado da série "Sem limites" teve um inicio pouco atraente, mas no decorrer da estória vamos nos apegando a elementos realmente cativantes, o Rush Ogro aparece em algumas raras situações, pois teve sua atuação quase que completamente suplantada pelo Rush príncipe encantado montado no cavalo branco perfeito. Nunca imaginei cenas românticas tão incríveis protagonizadas pelo explosivo Rush Finlay, mas acreditem pessoal, o cara sabe ser fofo quando quer, não irei citar as situações pois quem leu com certeza sabe do que estou falando e quem não leu irá descobrir quando ler, digo isso porque são cenas bem evidentes, tornando impossível não reconhecê-las e amá-las.

"Amor sem limites" apresentou um nível extra de intimidade entre o casal Rush e Blaire, a autora não poupou na descrição das cenas sexuais, achei a abordagem da autora excessiva e por vezes desnecessária. Além da intimidade, o enredo também trouxe um Rush extremamente devoto, sem falar da superproteção e de algumas atitudes possessivas que o personagem demonstrou pela noiva grávida, de uma forma geral o Rush deu uma melhoradinha em relação a sua primeira aparição, agora ele é um homem que tem consciência de suas responsabilidades, e não aparenta qualquer arrependimento em ter abandonado a vida leviana que levava antes, em prol da família que está formando com a mulher que ama. Gostei de ler o personagem decidido a fazer o melhor para aquela que ama e de vê-lo encantado e derretido pelo filho que ambos geraram. Blaire por outro lado apesar de ainda ter sérias dúvidas quanto a sua real posição na vida de Rush, demonstrou uma boa vontade impressionante ao tentar reaproximá-lo da meia irmã víbora, evidenciando uma maturidade até então desconhecida por mim. Os protagonistas apresentaram um crescimento significativo e um melhora importante em suas personalidades que acabou por refletir de forma positiva em boa parte de suas atitudes.

Sinceramente não consigo aceitar o desiquilíbrio de Nan, por mais que entenda todo o sofrimento que a rejeição do pai e a negligência da mãe lhe causou, não consigo engolir as atitudes da moça que no mínimo possui uma natureza ruim, que associada aos fatos citados a cima tornaram-na esse dragão terrível. Em "amor sem limites" essa personagem está mais insuportável que nunca, só Rush mesmo para suportar tanto abuso de uma só pessoa. Ódio pela Nan a parte, amei os elementos extras apresentados pela autora, Abbi nos permitiu um vislumbre do que está por vir no próximo volume da série Rosemary Beach, que trará a continuação da estória do casal Woods e Della, bem como nos permitiu presenciar o primeiro contato entre Grant e Harlow, casal que protagonizará o sexto livro da série, sendo que esses dois tiveram um destaque especial, com direito a capítulos narrados por eles próprios, amei essa interação entre as três estórias e estou ansiosa pelos próximos volumes da série. Além disso conta como elemento extra também a música que o Rush compôs e cantou para a Blaire no dia do casamento de ambos, fiquei completamente derretida com a letra e a melodia, a voz... Ah! Amei e não consigo parar de escutá-la, vocês também podem desfrutar dessa linda canção, basta clicar no link (www).

Apesar dos altos e baixos, esse livro trouxe um desfecho incrível, diga-se de passagem o melhor livro da série Sem limites, já estava começando a desgostar dos personagens, mas após ler esse livro admito que boa parte do meu amor foi restaurada, então indico o livro para os fãs do casal, mesmo aqueles que começaram a desanimar com a estória, o desfecho vale ser lido.

Muito Bom

Confira esse e outros livros incríveis, além de muitas novidades
legais na Fan Page da editora.

Confira Também

8 comentários

  1. Eu como nem comecei essa trilogia, acho que não vou nem começar. Até leria se conseguisse emprestado, mas comprar não vou. Para mim é mais do mesmo, tem muita coisa parecida com ele. Mas que bom que você achou esse o melhor, o ruim é quando o ultimo é o mais fraco.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Já li os outros dois livros mas não gostei muito de Tentação Sem Limites então não estou com tanta vontade de ler este último livro...mas gostei de saber que o desfecho foi bom. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ai, ainda não li essa série, mas vontade é o que não falta! Que bom saber que o desfecho agradou!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  4. Não li essa triologia por não fazer meu estilo de leitura.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. To lendo esse livro agora e realmente, ta bem mais pesado do que os outros livros. A Nan é uma personagem muito irritante, o que faz pensar que se a autora for fazer uma serie para ela, como acho que vai acontecer, eu não tenho certeza se vou ler. Vamos ver o que vou achar do final.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Como disse na resenha e em outras que li, foi desafiador terminar, tristeza e felicidade define...
    Paixão sem limites foi o melhor e até agora não entendo porque a autora mudou a personalidade da Blaire do primeiro para os outros dois, a Nan foi a mais irritante e o Grant terá um trabalhão, fiquei emocionada com o fim, a música é mara!

    Beijos!
    De tudo um pouco

    ResponderExcluir
  7. Já estou com meu livro aqui em casa, estou louca para ver o desfecho da história! Espero que a Abbi me surpreenda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  8. Eu ganhei esse livro, mais como não tinha os outros passei a diante sem nem mesmo ler, a muito tempo que não leio livros de series, por ler tantos no ano passando que me cansei, mais parabéns pela a resenha, fiquei um pouco arrependida por ter dado ele. mais é a vida.
    Te convido para dar um visita no meu blog -------> http://sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir