Resenha #140 O diário de uma treinadora de pais - Jenny Smith

agosto 11, 2014
Um livro juvenil, leve e engraçado que trás uma leitura descontraída e um enredo simples, capaz de despertar a criança que há em você e trazer lembranças de um tempo em que as dificuldades eram bem mais simples.

Título: Diário de Uma Treinadora de Pais
Autor(a): Jenny Smith
Editora: Galera Record
N° de Páginas: 288
Katie Sutton é uma treinadora de pais extraordinária. Após anos de experiência, está convencida de que domina a arte de entender e corretamente manejar o seu adulto – no caso, a sua mãe. Tão grandes os seus dotes, que decidiu escrever tudo em um manual, um diário disfarçado de livro de cálculos matemáticos avançados. Mas agora algumas situações inusitadas podem aparecer, e mudar os modos de operação de sua mãe para sempre. Tudo isso devido a um pequeno problema, que tem um péssimo senso de moda e é metido a ecologicamente correto. Depois de tantos anos órfã de pai, parece que as coisas podem dar uma guinada... que bom que Katie é expert em adultos!

Katie Sutton acredita ser especialista em adultos, a garota de 13 se dedica a escrever uma espécie de manual com explicações a respeito de como operar o seu adulto, vindo do pressuposto que toda criança tem seu próprio adulto e que esse ser instável pode tornar a vida de uma criança um paraíso ou não, Katie depois de muita observação e estudos descobriu fatores importantes que podem melhorar o desempenho do seu adulto e até mesmo aperfeiçoá-lo.

Além disso Katie relada de forma nada sucinta suas rotinas e dificuldades diárias. Após a morte do seu pai Katie vive com sua mãe e seus dois irmãos, além de tentar da melhor forma possível por em prática toda a sua técnica para que sua mãe tenha um bom desempenho apesar das interferências constantes dos irmãos, Katie agora tem que lidar com um novo dilema, um novo adulto tentando entrar para sua família, como impedir que as coisas saiam do controle? Essa e outras respostas vocês terão ao ler O diário de uma treinadora de pais.

Sou apaixonada pelas tramas infanto juvenis, por essa razão e devido a capa encantadora solicitei esse livro. Não cheguei a nutrir qualquer expectativa em relação a ele, na verdade nem sabia muito bem o que esperar, mas o que eu encontrei foi uma trama divertida e envolvente. Katie tem 13 anos, mas poderia muito bem ter apenas 8, apesar de achar seus manuais bem elaborados, as questões abordadas neles são bem óbvias, vindo do pressuposto de que garotas de 13 anos hoje em dia são bem mais maduras e acredito eu que pouco se interessariam por um manual como esse, tão pouco em dedicar tanto tempo para a sua confecção considero a personagem principal bem infantil na maior parte de suas atitudes.

Apesar disso o livro não resume-se a penas ao manual, que com o passar do tempo vai tomando forma de um diário no qual a garota passa a relatar de forma sutil seus anseios e frustrações. Foi inevitável considerar algumas situações "bobas", associo isso ao fato de o livro ser bem mais infantil que os infantos juvenis que estou acostumada a ler. No geral O diário de uma treinadora de pais atente facilmente a proposta de divertir e entreter o leitor, desde que este não espere por grandes acontecimentos e/ou revelações. É um livro de fácil leitura, a diagramação está impecável  desde a linda capa até os elementos mais simples do texto. Vale a leitura!

Regular

Confira esse e outros livros, além de muitas novidades 
legais na Fan Page da editora.

18 comentários:

  1. Oie,
    achei o livro fofinho, mas não leria, acho que ele deve ser bem bobinho, mas talvez desse de presente rs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Vanessa, é até um pouco bobinho mesmo...
      Principalmente para nós que saímos dessa faixa etária, mas apesar disso é boa estória para passar o tempo.

      Excluir
  2. Oii,

    Eu também sou apaixonada por esse tipo de livro. Gostei da capa, muito cut. Leria com toda certeza.

    Beijinhos,

    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diagramação é perfeita Ana,
      a começar pela capa com certeza, mas não apenas isso, existem muitos outros elementos encantadores no decorrer do livro.

      Excluir
  3. Achei o livro bacana, interessante para o gênero que se destina, apesar das personagens terem personalidades muito bobinhas para a idade. Mas enfim, um livro interessante.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim..
      Concordo com você Inês, achei uma boa estória...
      E talvez a personagem não seja tão bobinha, nós é que passamos da idade de ler esse tipo de livro.

      Excluir
  4. Que fofura esse livro. *-* Fofo é esse teu layout também, sempre me encanto quando entro aqui, sério. Ficou muito lindo mesmo.
    Quanto ao livro, adoro também juvenis, e já quero ler esse!
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dessa,
      também vivo em estado de constante encantamento com esse lay hehe
      E quanto ao livro, realmente é uma fofura.

      Excluir
  5. Oi Delmara!
    Que livro lindinho! Adoro a diagramação dos livros infanto juvenis, são sempre muito bem elaboradas. A ideia é bem interessante até, apesar de parecer ser um livro bobinho.

    Beijos,
    http://www.epilogosefinais.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, uma diagramação perfeita diga-se de passagem,
      foi uma das coisas que mais amei no livro, o enrodo é bem divertido também.

      Excluir
  6. Olááá!
    aaai que gracinha essa capa!
    nada melhor que um livrinho desses para descontrair não é?! ainda mais no pós dia dos pais! :) adorei!
    não conhecia o livro, mas já anotei a dica!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Lara, essa é a palavra...
      Um bom livro para descontrair hehe

      Excluir
  7. Oi Delmara querida! Andei sumida por aqui mas voltei o/

    Eu confesso que este tipo de leitura me agrada justamente para "aliviar a cabeça" me livrar das preocupações, etc. é um pouco mas infantil mas tende a entreter, acho valido!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso Joi,
      ele serve muito bem para entreter, sendo bom para aliviar as tensões causadas por livros mais densos.

      Excluir
  8. Adorei a resenha. Eu me decepcionei um pouco com o livro, no entanto, por ser tão infantil. Quando li a sinopse dele, cheguei a adicioná-lo entre os que desejo ler simplesmente porque gosto de temas familiares. Mas saber que a mentalidade da protagonista é menor do que a idade dela abalou minha convicção.

    Adorei sua resenha, flor!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esperava que a estória fosse tão infantil também Francine,
      esse foi um dos poucos pontos que me decepcionaram no livro, mas se você pegá-lo para ler já ciente deste fato acredito que não terá maiores problemas com a leitura.

      Excluir
  9. Olá Delmara,

    Essa é a segunda resenha que leio desse livro e ambas positivas, gostaria muito de ler e espero futuramente ler, ótima dica e resenha....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marco se você leu a resenha e não se incomodou com os pontos citados,
      vá em frente que você vai amar o livro... Eu não o amei, mas achei a leitura válida.

      Excluir