Resenha #123 Noiva De Ocasião - Liz Fielding

junho 01, 2014
Uma paixão desenfreada e muitos contra tempos. Um romance que se desenvolveu de forma sutil e inesperada. Uma vasta gama de sentimentos e emoções. Um livro apaixonante.


Título: Noiva De Ocasião
Autor (a): Liz Fielding
Editora: Harlequin
N° de Páginas: 183
O sonho de toda garota é organizar a cerimônia de casamento perfeita sem precisar gastar um tostão sequer. Sylvie não pensa do mesmo modo. A mansão em que acontecerá o evento pertenceu aos seus antepassados, mas agora ela descobriu que o novo proprietário é ninguém menos do que Tom McFarlane, o pai de seu bebê. Mas parece que ele ainda não está sabendo dessa novidade…

Após conhecer e se envolver com Tom de uma maneira incomum e frustrante, Sylvie se depara com o bilionário de forma inesperada. Seis meses antes desse encontro ela estava planejando o casamento dele com uma de suas antigas amigas de escola, casamento esse que por força do destino não deu certo. Seu envolvimento com o empresário se deu de forma rápida no que diz respeito ao seu inicio e término, em resumo durou uma tarde apenas. Mas esses breves momentos deixaram um resultado bem promissor. Após descobrir que estava grávida de Tom, Sylvie lhe enviou uma carta avisando-o que seria pai e deixando-o livre para não assumir suas responsabilidades. Não receber uma resposta magoou Sylvie profundamente, mas nem por isso se deixou abater, seu bebê é uma bênção e ela lutaria por ele com unhas e dentes. 

Agora seis meses depois ela está em sua cidade natal, na casa que pertenceu sua família para participar de um casamento "fantasia", no qual ela será a noiva, o objetivo de tudo isso seria arrecadar fundos para a instituição de caridade fundada pela mãe de Sylvie e que passou a ser administrada por ela após a morte de sua mãe. A situação toda já estava bem desconfortável para Sylvie, mas como tudo na vida pode piorar, ela depara-se com o pai de seu bebê na casa em que ela viveu sua infância e onde ocorrerá o evento, e para surpresa da futura mamãe esse homem poderoso é o mais novo dono da residência em questão, Sylvie se vê arrebatada por lembranças de sua infância e adolescência e ainda tem que lidar com os sentimentos despertados pela presença de Tom. Apesar disso nada é mais difícil do que perceber a indiferença com que ele trata sua gravidez, estaria Tom decidido a não fazer parte da vida do bebê? Maus entendidos, confusões e contratempos assolam o dia-a-dia desse possível casal. Até onde o orgulho e o medo de falar poderia impedir uma união provável?

A estória tem um inicio que se desenvolve de forma rápida e frenética, uma atração incontrolável e um desejo intenso. Já estava preparada para tudo acontecer nas primeiras cinquenta páginas, mas felizmente toda a tempestade inicial sofre uma redução sutil porém necessária. Sylvie e Tom são atraídos um pelo outro desde a primeira vez que se veem, a química entre os dois é intensa e bem perceptível, após rederem-se ao desejo no entanto, ambos são assolados por dúvidas e uma confusão de sentimentos e pensamentos. Quando Sylvie descobre que está grávida uma sucessão de desencontros os afastam por cerca de seis meses. Ao reencontrarem-se o desejo ainda está lá, mas o constrangimento e as dúvidas não permitem que eles embarquem de vez em um envolvimento. Achei esse ponto positivo, já que Tom é um homem maduro e decidido que sabe bem o que quer, o fato dele estar confuso com relação a gravidez de Sylvie lhes deu a oportunidade de ir além do desejo.

Foi muito positivo para o enredo essa aproximação não carnal, o fato de um poder conhecer e entender os receios do outro, acredito que isso tornou tudo muito mais verídico e possível. Permitiu ao leitor familiarizar -se aos personagens e solidarizar-se aos seus dilemas, acabei me apegando muito ao Tom e a Sylvie e torcendo pra valer por esse casal. Um romance gostoso de ser lido, com uma narrativa sensual, sem vulgaridades ou qualquer cena explícita, trata-se de narrativas de sensações e emoções que convenceram muito bem. Super recomendo a leitura para os apaixonados por romances clichês bem trabalhados.

Bom

Confira esse e outros livros, além de muitas novidades 
legais na Fan Page da editora.

13 comentários:

  1. Quero muito ler esse livro! Amei a sua resenha e é exatamente o estilo de livro que eu gosto!
    Beijos!

    Blog Literamagia

    ResponderExcluir
  2. Eu não curto esses livros de banca, mas tem muita gente que gosta, já no meu caso realmente não é meu estilo...

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. oie Del
    ah esses romances de banca <3
    Também acho tão bacana quando o autor trata primeiro do conhecimento e envolvimento do casal, sem jogá-los na cama após o primeiro encontro. Assim fica bem mais realístico e envolvente.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Tudo bem?
    Eu nem conhecia, mas aprendi a gostar de romances de banca!
    Espero que um dia eu possa vim a ler, sei que vou me encantar. E gosto desse processo mais devagar, me coloco na situação. hehe

    Beijos *-*
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adoro romances de banca. Já falei que tenho uma coleção? Acho que tenho uns 300 hehehhe. Já li vários da autora e gosto da escrita dela. Já fiquei imaginando a história qui na minha cabeça. E mesmo o livro sendo clichê, quem não gosta?

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Preciso ler mais livros a harlequin, tem vários que eu me interesso já pela sinopse. *-*
    Adorei a trama deste!
    bjs
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Adorei saber que o forte do livro são as sensações e as emoções, cenas explícitas me irritam um pouco, acho um caminho fácil demais. Fiquei com vontade de ler!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Não gosto muito de romances de banca, prefiro livros mais densos.
    Porém, gostei da sua resenha e da forma que expôs o livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  9. Uau adorei a premissa do livro, me parece ser envolvente e viciante a leitura.

    Dica anotadissima para a minha "pequena" lista ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  10. Oi, Delmara! Tudo bem? Confesso que não sou muito fã de romances de banca, tenho uma visão de que essas histórias são rápidas demais ou possuem uma intensidade muito forte para pouco desenvolvimento, pode ser uma concepção errada, mas até hoje não encontrei nenhum livro do gênero que tenha me agradado. De qualquer forma, a sua resenha de "Noiva de Ocasião" acabou me convencendo, já baixei o livro e assim que surgir um tempinho por aqui, eu leio! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Del, sinceramente não tenho costume e não sou muito chegado nesse gênero. Que por sinal um gênero que está crescendo bastante o número de livros.
    Mas parece ser uma boa dica este livro..

    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi.

    Não conhecia este livro, mas pelo que vi ele é bem interessante e já quero ler.
    ótima resenha.

    Beijos Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br

    ResponderExcluir