Resenha #101 O julgamento de Gabriel - Sylvain Reynard

março 13, 2014
Hoje trago a resenha de um livro New Adult, um gênero que tem se popularizado nos últimos tempos, eu não costumava ler livros do gênero, mas acabei aderindo a essa leitura recorrentemente, confesso que tenho tido experiências positivas com tais livros. Como podem perceber eu classifiquei o livro com relação a faixa etária, quero deixar claro que não é uma classificação oficial, eu resolvi fazer isso pois o "Sou bibliófila" é um blog para todos os gostos literários, não quero impor minhas preferências aos leitores e por isso leio um pouco de tudo, então quando alguém se interessar por um livro divulgado aqui, quero que saiba o que está querendo ler. Mais uma vez a classificação foi feita por mim de acordo com o que eu li e identifiquei na leitura. 

Titulo: O julgamento de Gabriel
Autor(a): Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 384
Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável?

O julgamento de Gabriel é o segundo livro da trilogia Inferno de Gabriel, essa resenha pode conter SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO. Leia a resenha do primeiro livro O inferno de Gabriel clicando no link (www).

O semestre chegou ao fim, Gabriel e Julia finalmente estão juntos, curtindo uma espécie de lua de Mel pela Itália eles vivem momentos de aproximação. Mas ao retornar a Toronto eles se deparam com o caos, suas vidas acadêmica e pessoal, tão interligadas agora estão correndo sério riso.

Ao se deparar com uma denúncia de assédio e saber que Júlia está sendo acusada de fazer sexo em troca de boas notas, Gabriel não poupará esforços para salvar a vida acadêmica da amada. Ele sempre destruiu tudo aquilo de que se aproximou, mas não permitirá que Júlia sofra as consequências de suas decisões, ela corre risco de perder uma bolsa para Harvard e ele seu emprego, a menos que resolva abrir mão de algo extremamente precioso para ambos. Seria ele capaz de arriscar o amor dos dois para salvá-los?

Júlia não quer ser protegida por Gabriel, ela quer lutar ao seu lado pelo relacionamento dos dois e por suas carreiras, mas o professor Emerson assume toda a responsabilidade para si, deixando Júlia perdida em suas dúvidas e medo. Para Júlia um relacionamento não se trata disso, eles têm que decidir juntos as coisas importantes, mas como ela pode participar se Gabriel simplesmente não permite? 

Nesse segundo livro é posto um freio na sensualidade, e o que nos resta é muita tensão, drama e amadurecimento. Após um semestre difícil, vem um mais difícil ainda. Se Júlia e Gabriel acreditavam que quando não fossem mais professor e aluna poderiam viver seu amor sem empecilhos estavam muito enganados, dificuldades não faltaram nesse livro. O casal tem que enfrentar a investigação do conselho da faculdade de Toronto e, além disso, há a crise entre ambos. 

Além dessas questões vemos Paul desesperadamente lutando pelo amor de Júlia, não queria comparar, mas eles lembram muito o triangulo amoroso de crepúsculo, eu sofro por Paul tanto quanto, ou até mais do que sofri por Jacob. Paul é um fofo, sempre gentil e amável com certeza merece Júlia, mas ela ama o Professor e apesar de tudo parece inútil tentar mudar isso. Não que esse fato impeça nosso fazendeiro persistente. Por outro lado Crista Peterson está sedenta de vingança, ela deseja destruir o casal a todo custo, Gabriel foi o primeiro homem que a rejeitou e isso não ficará barato e Júlia foi o motivo pelo qual ele a rejeitou (pelo menos é o que ela pensa) o que já basta para torna-la inimiga mortal da garota.

Dos três, esse foi o menos empolgante, não que um julgamento tenha que ser empolgante, a questão é que, Gabriel é um homem extremamente intenso, suas explosões me proporcionam uma dose extra de adrenalina correndo no sangue hehe. Mas devido a todos os problemas e preocupações ele passou grande parte do livro introspectivo e pensativo, ele meio que passou despercebido e fomos bombardeados por doses excessivas de uma Júlia angustiada e revelações do passado sombrio de Gabriel, o livro foi muito importante para nos deixar a par de detalhes importantes a respeito desse personagem tão misterioso. Também nos mostrou nitidamente o quanto ele está envolvido com Julia. Mas apesar de tudo isso tive um pouco de dificuldade de estabelecer um bom ritmo de leitura, que fluiu um mais lentamente que o esperado. Ainda assim recomendo para todos que leram O inferno de Gabriel e querem saber mais a respeito desse personagem marcante.

Bom

Confira esse e outros livros, além de muitas novidades 
legais na Fan Page da editora.

8 comentários:

  1. Oiee...
    Eu estava querendo muito começar a ler livros New Adult, mas eu ainda tenho um pouco de receio kkkk

    Beijos da Di
    Parte de Minha História
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tinha muitos receios antes,
      mas decidi começar a lê-los, sem pré conceitos e sem expectativas, de mente aberta para o que quer que estivesse por vir. No final das contas acabei gostando, funcionou comigo hehe

      Excluir
  2. Eu fiquei perdida logo no primeiro paragrafo hahaha. Minha amiga me recomendou muito a série, mas não tive a oportunidade de ler.
    É triste quando não conseguimos manter a leitura de um livro, ainda mais a continuação de um livro que havíamos gostado.

    Eu achei muito bacana você passar a classificar os livros, mesmo que extraoficialmente. Só mostra a preocupação que você tem com o seu público =)

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não leu o primeiro livro certamente terá essa sensação mesmo Dreeh, por esse motivo disponibilizei o link da resenha do primeiro livro, não quis apresentar todos os personagens novamente pois a resenha se tornaria extensa desnecessariamente, qualquer dúvida da uma lidinha na resenha do livro anterior. Valeu pela contribuição.

      Excluir
  3. Faltou um aviso de que esse é o segundo livro da série e contém spoilers do primeiro. :/
    Eu nunca li nenhum dessa série, mas ouço muito sobre ela e tenho vontade de ler. Não me importei tanto com o spoiler porque esse tipo de livro é previsivel, mas acho que outras pessoas podem ficar chateadas ;)

    Beijão
    Sun Rises Here

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina,
      obrigada pelo aviso e contribuição, eu realmente havia me esquecido desse detalhe que acabei de consertar por sinal. Quanto aos Spoilers deveria ter realmente escrito algo a respeito, já que continuações quase sempre terão spoilers do anterior, peço desculpas pelas falhas e espero ter concertado a contento.

      Excluir
  4. Oie Delmara =)

    Infelizmente essa é um série que não me chama muito a atenção =/
    Li muitas resenhas positivas, mas nenhum ainda conseguiu me convencer a dar uma chance aos livros. Quem sabe um dia?

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É quem sabe um dia, eu relutei um pouco no inicio,
      mas depois que iniciei a leitura acabei me deixando levar.

      Excluir