Resenha #95 Lago dos sonhos - Kim Edwards

terça-feira, fevereiro 11, 2014

Lago dos sonhos aborda basicamente a estória de Lucy, que após a morte do seu pai, tem uma vida cheia de viagens, de trabalhos diferentes, morando em lugares diferentes, sem casa fixa, sem muito contato com a família mas que após saber de um acidente nada grave que sua mãe sofreu, decide mesmo assim ir visitá-la. A cidade onde morava chama-se Lago dos sonhos e após encontrar papéis antigos onde neles encontrara uma carta endereçada ao seu bisavô de uma parente que não conhecia, Lucy se envolve em uma pesquisa sobre essa mulher intrigante ao qual nunca ouvira falar nas histórias de sua família.

Titulo: Lago dos sonhos
Autor(a): Kim Edwards
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 329
Lucy Jarrett é uma jovem de espírito aventureiro que, depois da morte do pai, saiu de casa para cursar a faculdade e, desde então, não teve mais pouso certo. Bem-sucedida em sua carreira, ela vai aonde a vida a leva, sempre pulando de um país para outro, de um bom emprego para outro ainda melhor. De repente ela se vê estagnada: morando com o namorado no Japão, Lucy não consegue arrumar trabalho e a relação deles está visivelmente abalada. Ao saber que sua mãe sofreu um acidente sem gravidade, Lucy decide ir visitá-la em Lago dos Sonhos. Lá descobre que a mãe está pensando em vender a propriedade da família e que seu namorado da adolescência tem um filho e um próspero ateliê de fabricação de vidro. Diante dessas mudanças, Lucy precisa enfrentar a realidade: apesar de ter ido embora e por muito tempo ter julgado aqueles que ficaram, ela é que nunca conseguiu superar o trauma causado pela morte do pai. A descoberta de um bilhete e de outras pistas lança luz sobre uma parte da família até então desconhecida: uma antepassada sufragista que, por alguma razão, abandonou sua única filha e se envolveu com um artista famoso na época. Intrigada com a história dessa mulher e com os motivos pelos quais sua existência nunca fora mencionada, Lucy sai em busca da verdade que até então permaneceu oculta. O que ela vai descobrir mudará para sempre a percepção que tem de sua família, da morte do pai e de sua própria vida. Em Lago dos Sonhos, Kim Edwards, autora de O guardião de memórias, cria uma história tocante que nos faz entender que mudar não é apenas ir de um lugar a outro.

Eu lendo a sinopse desse livro e o escolhendo para a cortesia de parceria com a Arqueiro esperava outra estória dele. Nele vemos que Lucy claramente está em dúvida sobre sua vida nômade, sobre seu relacionamento com Yoshi, seu namoro mais duradouro, e principalmente que é atormentada pela morte de seu pai. Ela se sente culpada por ter recusado o convite dele de ir pescar no dia em que ele morreu. E se ela tivesse aceito o convite? Talvez seu pai estivesse vivo... Logo depois vemos o começo de outra estória, a de Rose, a parente desconhecida que Lucy descobre e que ao longo do tempo vai pesquisando sobre a vida dessa mulher. Nessa busca por respostas sobre a vida de Rose, vemos Lucy nostálgica, questionadora, intrigada e por ironia, pesquisando sobre a vida dessa parente distante, ela vai se conhecendo melhor.

Caracterizo o livro como drama, por que nele não vemos muita ação, é basicamente Lucy se conhecendo melhor, descobrindo coisas novas sobre Rose e sobre si mesma, percebendo o tempo que ficou longe de sua família e de Lago dos sonhos e que muitas coisas mudaram desde sua partida de lá.

A narrativa pode ser meio tediosa, por eu ter achado algumas descrições desnecessárias na estória. Confesso que levei mais de uma semana para ler o livro, sendo que ele só tem 329 páginas. Tá certo que as letras não são muito grandes, mas relativamente, é um livro pequeno; talvez outros fatores tenham me levado a demorar a terminar de ler, mas não é um livro cheio de reviravoltas, emoção e ação. A estória é bem calma na verdade, e é até fácil se identificar com Lucy e seus problemas e dúvidas consigo mesma e com as pessoas ao seu redor.

Alguns sonhos são importantes por que inspiram uma decisão crucial ou revelam alguma intuição que está lutando para vir a tona. Outros, porém, são besteira, resíduos do dia reorganizados de forma desconexa e caótica.

O livro nos mostra que ás vezes nosso passado precisa ser relembrado e coisas que aconteceram por lá precisam ser resolvidas para seguirmos em frente, para vivermos nossas vidas sem amarras a acontecimentos passados ou mal resolvidos. Quase no final do livro vemos algumas dúvidas sobre o começo da estória sendo resolvidas, a narrativa de Kim é boa, tem descrições exageradas e desnecessárias em alguns momentos, mas talvez essa característica facilite a identificação com a leitura e nos dê a sensação de estarmos dentro da estória, vendo de perto tudo acontecer.


Confira Também

6 comentários

  1. Eu li O Guardião de Memórias da Kim. O livro é muito bom. Não sabia desse novo livro e agora fiquei curiosa. Eu adoro um livro de drama =P huahuahuahua

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. A Kim é ótima!!! Já leu O Guardião de Memórias? É muito bom também!!
    Adorei a resenha flor!!!
    Pode ser que você tenha lido mais devagar por não estar familiarizada com a escrita da autora, ela tem uma linguagem mais lenta mesmo. Mesmo assim eu recomendo!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Já li um outro livro da autora e gostei bastante. Mas apesar da história ser ótima, a autora enrolou bastante também e achei bem cansativo. Parabéns pela resenha.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Nossa, fiquei curiosa.
    Já ouvi falar muito bem sobre O Guardião de Memórias, mas nunca tinha visto nenhuma resenha sobre esse livro. A capa me encanta e ao que parece a história faz super o meu jeito.
    Ótima resenha ;)

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu não tenho paciência para livros sem emoção, gosto daqueles que você vira a página querendo algo extraordinário sabe? haha

    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Jenni, sou super fã da Kim, mas não tive a oportunidade de ler esse livro. As histórias dela são realmente bem descritivas e cheias de floreio que imagino que nem todos se identifiquem. Pena que não era tudo aquilo que você imaginava. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir