Quantidade não denota qualidade

janeiro 05, 2014

O ano de 2013 chegou ao fim, com isso vários leitores divulgaram suas metas de leitura cumpridas ou não. Todos queriam contar quantos livros leram no decorrer do ano, inclusive eu. Claro que todos nós leitores ficamos extremamente orgulhosos quando batemos uma meta de leitura, principalmente quando o número equivale a 500 livros. Muitos livros não é?? Infelizmente não tenho tempo para ler tanto em um ano, na verdade nunca li essa quantidade em toda a minha vida, eu nem sequer tenho 500 livros para ler.

Eu trouxe esse assunto, por que na última semana de dezembro li uns posts onde leitores criticavam um leitor por ter divulgado sua lista de leitura de 2013 que continha 500 livros lidos no ano. Eu não entendi bem o motivo da polêmica. Eles afirmavam que quantidade não denota qualidade, que uma pessoa poderia ler 500 livros em um ano e não assimilar nada do seu conteúdo, enquanto outra lendo apenas 5 absorveria tudo o que há para se absorver.


Eu penso de uma forma bem mais ampla, pelo que eu sei uma pessoa pode ler muitos livros e absorver seu conteúdo sim, afinal ler muitos livros não significa que você não absorva bem a história, mas sim que você tem tempo e disposição para isso. Sinceramente, não consigo imaginar uma pessoa lendo 500 livros em um ano, mas também não sou completamente cética com relação a isso. Acredito que há a possibilidade de ler muito e assimilar o conteúdo. Assim como acredito na possibilidade de se ler apenas um livro levando dias, semanas ou mais para concluir a leitura e ainda assim não assimilar bem a leitura.

Claro que quantidade não denota qualidade de leitura, o fato de uma pessoa ter lido muito, não significa que ela leu bem, ainda tem a questão número de páginas, estilo de livro, tamanho das letras que influencia e muito o desempenho de qualquer leitura, sem falar no tempo... Enfim, uma infinidade de critérios. Mas o que eu realmente gostaria de dizer nesse post é que ler não é uma competição, devemos ler no nosso tempo, devorar quando necessário e diminuir o ritmo quando for preciso. Não devemos nos incomodar se alguém leu mais do que nós, nem nos sentirmos inferiores por não termos atingido nossas metas, sempre haverá um novo dia, um novo ano e por fim uma nova chance de cumprir as metas traçadas.

25 comentários:

  1. Eu fiquei feliz de preencher uma pseudo prateleira do guarda roupa no meu quarto... li em média 1 ou 2 livros por mês, foi o que eu consegui me dedicar a leitura sem abandona-las (doe a alma e ao bolso quando ouço que abandonam assim...) no total li 12 livros em 2013.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor,
      que bom que você está feliz com a quantidade de livros que tem lido, acredito que isso é o que realmente importa, você estar feliz e satisfeito. A leitura tem que ser algo prazeroso e o numero de livros lidos não é o principal, mas sim as sensações que a leitura lhe proporciona

      Excluir
  2. Oi Delmara!
    Ótima discussão! Não acompanhei o caso da pessoa que leu 500 livros, mas para mim isso seria impossível. Dá mais de um livro por dia! Eu não conseguiria.
    Acho que o mais importante é ler o que a gente gosta. Já temos um monte de coisas chatas na vida, então a hora de ler precisa ser prazerosa.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora, não preciso dizer mais nada, você disse tudo...
      A leitura tem que ser prazerosa e não algo imposto e exigido :)

      Excluir
  3. Concordo plenamente com o que você falou!
    Eu por exemplo, existem semanas que leio um livro por dia, todo dia, como tem semanas que não consigo nem chegar perto de um livro devido a grande correria do dia.
    Acho que existem muitas pessoas que acabam reclamando publicamente coisas que poderiam guardar para si mesma. Acabam apenas difamando a si próprio.
    Adorei essa fotinho que você publicou, é de sua autoria??
    Sucesso no blog!
    Beijos
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não há dúvida que todos tem seu tempo de leitura e é bem como você disse, em uma semana lemos muito, em outra nem tanto. O importante é estarmos a vontade com o nosso ritmo.

      Excluir
  4. Olá Delmara!
    Também concordo com você. Difícil acreditar que uma pessoa leu 500 livros, mas quem sabe o tipo de livro... Tudo bem, se isto faz bem ao ego dela, paciência. Eu estou satisfeita ter atingido minha meta de 80 no ano. Nada a reclamar, e espero manter o nível e se der, melhorar um pouquinho, mas não vou me matar pra isto, pois antes de tudo quero curtir bastante, não é mesmo?
    Beijos!
    www.tesouroliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o espírito Marcia,
      eu também estou super satisfeita com minha meta de 50 livros que consegui bater, acabei lendo 57, para uns pode ser pouco, mas diante de todas as dificuldades que tive, estou super orgulhosa hehe

      Excluir
  5. Oi Delmara, gostei muito do post. Concordo com você, temos que fazer da leitura um momento de lazer e não uma competição para ver quem leu mais livros. Nunca faço metas para estabelecer quantos livros ler por ano, porque gosto de ler sem pressão, mas tem gente que faz e dá super certo.
    Beijos
    All My Life in Books


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natália,
      eu também gosto de ler sem pressão... Mas ultimamente a correria do dia-a-dia tive que criar uma meta para me estimular a ler, ando mega cansada e as metas me dão um gás extra para poder ler e resenhar aqui :)

      Excluir
  6. Oi Delmara,
    Concordo com você! Realmente não podemos julgar uma pessoa que leu 500 livros. Eu não tenho esse quantidade pra ler, mas legal se alguém tem hahahaha
    Enfim, pra mim o importante é o ler pelo prazer, pra agregar coisas boas e etc.
    Adorei seu texto!

    Bjs,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Ka,
      acho que devemos estar satisfeitos com as nossas metas cumpridas.

      Excluir
  7. Oi, Delmara! Tudo bem?

    Eu concordo com a sua visão da discussão. Eu mesma sou daquelas que não consegui nem ler 50 livros no ano todo, vou lendo de acordo com o meu tempo e disposição. E se aqueles que leram 500 livros conseguiram, ótimo pra eles! Devem ter muito tempo disponível ou como você disse, outras circunstâncias podem ter facilitado para uma leitura mais rápida (tipo, livros pequenos por exemplo). Mas o que eu mais gostei na sua argumentação é ponto onde diz que ler não se trata de uma competição, e sim o prazer de ler!

    Tenha um ótimo ano de leituras maravilhosas...

    Beijinhos ;**
    (geek-pop.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda,
      fico muito feliz que tenha gostado do post,
      desejo a você o mesmo um ótimo ano cheio de leituras incríveis.

      Excluir
  8. Falou tudo flor! Confesso que sou meio cética com o número 500, como assim? Só lê o dia inteiro né? Mas como você falou, não duvido... Possível é. E isso de tempo e assimilar o que leu não tem nada a ver mesmo.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 500 é um número bem elevado mesmo, mas se você tem tempo, e livros pequenos, quem sabe né??

      Excluir
  9. Oie!

    Interessante o seu ponto de vista, mas eu gosto de fazer metas literárias.
    Me sinto mais motivada, =D
    A questão é qual tipo de meta vc vai fazer. Não adianta estipular que lerá 100 livros se vc não tem tempo e nem disciplina pra isso.
    Fazendo-se algo consciente, torna-se bem prazeroso.
    Abç!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho nada contra metas, acho que elas são válidas para motivação como você mesma disse... Acho apenas que não devemos competir, nem ficar desesperado por que fulano leu mais. Obrigado por dar a sua opinião

      Excluir
  10. Ótimo debate Del, isso realmente é um assunto delicado. Eu acho humanamente impossível ler 500 livros num ano.. levando em consideração que pessoas normais tem vida, dormem, comem e têm afazeres diários.. mas sei lá neh?! Tem gente que é adepto da leitura dinâmica e realmente consegue ler muitas páginas em 1 só hora.. tem gente que tem memória fotográfica e consegue absorver conteúdo com uma passada de olhos. Quem sou eu para duvidar. Acho que cada um sabe de si. Concordo, quantidade não é sinônimo de qualidade, mas quem somos nós para dizer que uma pessoa que leu muito não conseguiu assimilar suas leituras? Eu li 75 livros e acho que li muito, e lembro de cada um deles e de suas histórias. Ok, não me recordo de detalhes, nomes, datas, locais.. mas porque eu sou assim, nunca guardo determinadas informações.. mas não significa que não me envolvi com estas leituras. Se por um lado acho as metas bestas, porque acho que devemos ler o que queremos e quando queremos, por outro eu adoro, porque sempre quero me superar.. e ler mais livros não significa apenas bater uma meta maior.. mas também ter a oportunidade de conhecer muito mais histórias. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Mi,
      também encaro as metas assim, como uma forma de superar meus próprios limites, me surpreendi ao perceber que existem pessoas que se ofendem com o fato de outras pessoas lerem um número maior. Eu sinceramente solto foguetes quando cumpro uma meta que tracei e se vejo outras pessoas cumprirem suas metas eu também fico feliz, pena que nem todo mundo é assim.

      Excluir
  11. Oi Delmara, tudo bem?
    Eu acho assim: não importa quantos livros lemos, mas sim o que absorvemos da leitura. Eu acho bem improvável alguém conseguir ler 500 livros, mas se isso aconteceu, não quer dizer que a pessoa não tenha somado conhecimento com as leituras. E concordo com você: nós, leitores, temos que parar de nos preocupar com a quantidade de livros.
    Gostei muito do seu texto!

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado querida, é eu também achei uma quantidade gigantesca hehehe

      Excluir
  12. Oii, tudo bom?
    Nossa, adorei o texto, concordo com tudo que você disse, principalmente o final.
    No meu caso em particular, eu já sei que ler muito rápido acaba sim prejudicando minha leitura, embora eu faça isso muitas vezes. Mas não é de propósito, é que sou dessas que fica curiosa e não consegue largar o livro até terminar.
    Também acho difícil imaginar alguém lendo 500 livros em um ano, mas acredito que seja possível e concordo que ler rápido e bastante não é sinônimo de leitura sem qualidade, acho que isso vai muito de pessoa para pessoa, né.
    E realmente, ler não é nenhum tipo de competição, pena que muitas pessoas não percebem isso!
    Adorei demais a ideia do post e o texto em si!

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Thaís,
      cada pessoa tem seu ritmo, suas dificuldades e facilidades,
      e o número de livros lidos em um determinado período depende intrinsecamente desses fatores.

      Excluir
  13. Anteriormente eu me preocupava com quantidade de livros lidos, mas esse ano, decidi que vou fazer leituras mais analíticas, fazendo diário de leitura e até relendo os livros. Já estou fazendo isso e estou imensamente feliz com a qualidade da minha leitura. Você realmente absorve a essência de um livro, descobre um mundo novo a cada releitura, consegue falar sobre o livro com mais clareza e segurança. Vejo muitos vídeos no you tube de leitores que parecem piada, parece que a pessoa leu tão apressadamente o livro que não conseguiu captar sua essência. Experimentem fazer uma leitura e releitura de seus livros, será muito mais enriquecedor ;)

    ResponderExcluir