Resenha #74 Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock

quarta-feira, novembro 13, 2013

Estou mega feliz em trazer essa resenha pra vocês hoje, li esse livro a alguns dias, mas só agora tive tempo de escrever a resenha pra vocês, mas apesar de ter passado um tempinho a estória que me presenteou com uma ressaca literária enorme ainda continua vívida na minha mente, então leiam a resenha e desfrutem do arranha-céus de emoções que esse livro me proporcionou.

Titulo: Dançando Sobre Cacos de Vidro
Autor(a): Ka Hancock
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 336
Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.

Quando apareci com esse livro na faculdade e no hospital que trabalho, todos ao meu redor foram a loucura, a grande maioria ainda não conhecia o livro, mas ao ler a descrição da estória na última capa, meus amigos, professores e chefes tiveram uma reação unânime, todos queriam desesperadamente ler o livro e descobrir o que a estória nos reservava. 

Nem preciso dizer que essa foi a minha reação imediata ao ler sinopse do livro pela primeira vez, primeiro a capa perfeita que me ganhou com apenas uma olhada, depois li o título, que além de singular me deixou mega curiosa e por fim a sinopse, eu poderia estar enganada, mas tudo me dizia que esse livro traria umas das melhores estórias que já li.

Poderia ter me enganado, mas felizmente não me enganei.

Lucy Houston é a caçula de três irmãs, mas de forma alguma é a mais frágil delas, pelo contrário Lucy é forte e determinada. Desde nova teve que lidar com a perda de pessoas amadas, e ao invés de se deixar abater ela enfrentou toda dor de frente com muita coragem. Não estou dizendo que ela não sofreu, claro que ela sofreu muito, uma dor lancinante, mas ela soube passar por isso com toda sua determinação inabalada. 

Ainda criança Lucy perdeu o pai, aquele que era seu herói e lhe ensinou a não temer a morte. Aos 17 anos teve que lidar com a perda mãe vítima de câncer. A partir dai seriam apenas Lucy e suas duas irmãs Lily e Priscila. Lily é a irmã do meio extremamente carinhosa e apegada a Lucy, as duas possuem uma cumplicidade invejável. Já Priss, é a mais reservada com relação aos seus sentimentos, foi embora de Brinley (cidadezinha em que nasceu e cresceu) depois de romper com a mãe, carrega o peso da culpa por esse ato.

Até então a vida de Lucy pode ser considerada comum, uma jovem com suas perdas e amores. Porém no seu aniversário de 21 anos ela conhece Mickey Chandler, um homem lindo e extremamente encantador. Para Lucy seria impossível imaginar os fantasmas com os quais Mickey tem que lidar diariamente. Aos poucos os dois se envolvem e então o que era oculto vem a tona, Mickey decide ser sincero com Lucy e lhe revela que sofre de transtornos mentais, ele possui transtorno bipolar e trava uma guerra diária com a sua doença. O que este homem incomum não esperava é que Lucy a doce menina de olhos vibrantes e sorriso fácil o amaria a ponto de aceitar trilhar esse caminho tortuoso ao seu lado e por fim lutar com ele nessa guerra tão difícil.

Então o inevitável acontece, surge o medo e a insegurança em Mickey, até quando Lucy será capaz de lidar com os momentos ruins do seu transtorno? E Mickey será que ele quer abrir mão da sua liberdade para dividir seus momentos difíceis com uma outra pessoa? No fim das contas o amor dos dois fala mais alto que as críticas e o preconceito e a união das duas vidas é inevitável. O casal é imperfeito para quem os vê de fora, Lucy carrega em seu código genético a chace de desenvolver câncer e Mickey trás um transtorno pulsante que muitas vezes ameça tomar posse de sua vida. Mas para eles o que realmente importa é o sentimento vívido, sincero e puro que há entre os dois. Não importa o que aconteça eles dançarão sobre cacos de vidro para sempre se esse for o preço a se pagar para que ambos possam viver esse amor singular.

O livro foi escrito por uma enfermeira (imaginem o orgulho que senti, afinal ano que vem serei uma também), o que proporcionou ao leitor um narração com riqueza de detalhes a respeito das doenças enfrentadas pelos protagonistas do livro. Além desse fato, tenho que dizer que amei a escrita da Ka, a leitura fluiu naturalmente, com personagens muito bem escritos, tanto os primários como os secundários, todos bem vívidos na estória. Em um contexto geral a estória não trás apenas lições, vai muito além disso ele trás o dia a dia de um casal com problemas reais, mas além dos problemas há tanto amor, amizade, companheirismo e muito mas muito respeito. Amei o livro completamente, sorri, chorei e o mais importante aprendi. Aprendi que não importa o quanto a vida seja injusta temos que lidar com as adversidades e enfrentar nossas batalhas de frente.

O livro é lindo em todos os sentido imagináveis, a capa extremamente linda e o que mais gosto é o fato dela estar ligada ao enredo, adorei ler a cena que ela retrata. Com uma diagramação simples, porém graciosa, foi escrito na primeira pessoa de forma intercalada por Lucy e Mickey. Para coroar temos as tão queridas orelhas e por fim páginas amarelas, o tamanho da letra é satisfatório, proporcionando uma leitura agradável. Quem curtiu, não perca tempo, corra e desfrutem dessa leitura maravilhosa.

Perfeito

Confira esse e outros livros, além de muitas novidades 
legais na Fan Page da editora.

Confira Também

5 comentários

  1. Oi Del, que bom que você gostou do livro tanto quanto eu. Achei a narrativa da Ka tão linda. Adorei o fato dela ter intercalado a visão da Lucy e do Mickey no decorrer da história. E que lição de vida e de amor.. uau! Também super recomendo. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Mi, eu amei o livro!
      Fiquei muito feliz, desfrutei bastante dessa leitura.

      Excluir
  2. Parece ser ótimo, anotei o nome aqui! *00* Adorei a resenha.


    Beijinhos,
    Amy
    www.limaoealecrim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Del, nossa este livro havia me encanto quando olhei a capa, pois eu a achei tão significante e marcante que foi impossível não se apaixonar. E logo apos veio a sinopse dele, o que me fez querer desesperadamente ele. E agora vem sua resenha, como não querer, como não desejar, como não sonhar e como não amar...Hahahahahahaha
    Sua resenha foi escrita com tanto sentimento que consegui, aqui, lendo ela sentir, imagino o quanto este livro lhe agradou. E assim espero poder ler e sentir isso, este sentimento tão forte.
    Parabéns flor, a resenha esta magnifica!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  4. Esse livro está na minha listinha.
    Amei sua resenha, me fez passar o livro na frente de alguns haha.
    Beijoos!
    http://btocadoslivrom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir